Quinta, 05 de agosto de 2021

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 04/06/2021

'Ministério paralelo' de Bolsonaro ditava quem ia morrer e quem ia viver, diz Aziz

Presidente da CPI reagiu ao vídeo que atesta a existência de um gabinete paralelo, responsável por aconselhar Bolsonaro sobre a condução da pandemia

'Ministério paralelo' de Bolsonaro ditava quem ia morrer e quem ia viver, diz Aziz Omar Aziz, presidente da CPI da Pandemia (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

DEAMAZÔNIA BRASÍLIA - O presidente da CPI da Covid, senador Omar Aziz (PSD-AM), se pronunciou, nesta sexta-feira (4/6), sobre a reportagem divulgada pelo site Metrópoles que comprova a existência de um “ministério paralelo no governo federal para o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus.

 

Em vídeo enviado à reportagem do site Metrópoles, Aziz afirma que o conteúdo corrobora algo já levantado pelo colegiado, de que o grupo em questão era o responsável por instruir o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sobre as medidas de combate à crise sanitária. (VEJA O VÍDEO AO FINAL DA MATÉRIA)

 

Em suas redes sociais, Aziz disse que “o vídeo que vazou hoje confirma a tese do gabinete paralelo e explica porque o ministro Pazzuello dizia que a vacinação iniciaria no dia D, na hora H - Ele esperava as determinações do ‘shadow gabinet’, o gabinete da morte”.

 

“Esse é o desespero do presidente quando me agride, agride minha família, fala inverdades e manda robôs atacarem a quem está descobrindo toda a verdade. Pode atacar a gente, pode atacar a CPI, não vão nos derrubar”, completou o presidente da CPI, em vídeo.

 

Entre os participantes do encontro do 'gabinete paralelo', está a imunologista Nise Yamaguchi, o deputado Osmar Terra, o virologista Paolo Zanoto e outros médicos de diversas especialidades. Confinados em uma sala de reuniões do Planalto, nenhum dos profissionais usa máscara.

 

Na ocasião, Zanoto aconselha o presidente a tomar “extremo cuidado” com as vacinas contra a Covid-19. “Não tem condição de qualquer vacina estar realisticamente na fase 3”, diz. Na data do encontro, e-mails da Pfizer estavam sem resposta nos computadores do Ministério da Saúde.

 

Com informações do site Metrópoles

VEJA O VÍDEO ENVIADO POR OMAR AZIZ AO SITE:

 

Sobe Catracas

LUIS FABIAN, ex-secretário interino de Educação do AM

Foi nomeado secretário de Governo do Amazonas com a função de atuar na articulação política

Desce Catracas

GERSON D'ÂNGELO, vereador de Manacapuru

MP/AM denunciou vereador por quebra de decoro, após se recusar usar máscara e agredir verbalmente servidores