Sexta, 18 de junho de 2021

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 02/06/2021

STF autoriza abertura de inquérito contra Salles por suspeita de favorecer madeireiros

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, deve prestar depoimento à Polícia Federal em até 30 dias

STF autoriza abertura de inquérito contra Salles por suspeita de favorecer madeireiros O ministro Ricardo Salles (Foto: Marcos Correa/PR)

BRASÍLIA - A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Cármen Lúcia autorizou, nesta quarta-feira (2), a abertura de inquérito contra o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, suspeito de favorecer madeireiros que atuam ilegalmente na Amazônia.

 

O pedido partiu da Procuradoria-Geral da República (PGR) após uma notícia-crime apresentada pelo ex-superintendente da Polícia Federal do Amazonas, Alexandre Saraiva. 

 

Saraiva acusa Salles de tentar atrapalhar a Operação Handroanthus, que investiga um esquema de desmatamento ilegal na região.

 

A ministra também determinou que prestem depoimento os proprietários rurais envolvidos nos fatos citados e os agentes de fiscalização do Ibama e da própria PF. 

 

Ela ainda autorizou a requisição de cópia dos procedimentos de fiscalização ambiental e a tomada de depoimento de Salles. 

 

As diligências precisam ser cumpridas em até 30 dias, segundo decisão da magistrada.

 

Esta é a segunda investigação contra Salles no STF. A primeira está sob a relatoria do ministro Alexandre de Moraes, que resultou até em operação de busca e apreensão contra o ministro do Meio Ambiente e foi batizada de Operação Akuanduba.

Sobe Catracas

ALEXANDRE FELIPE, professor da rede municipal de Manaus

Conquistou 2º lugar em prêmio nacional 'Diamante da Educação' por projeto que transforma lixo em instrumento de percussão para alunos

Desce Catracas

AIRTON SOUZA, vereador de Monte Alegre (PA)

Vereador é acusado de ameaçar oficial de Justiça e um sargento da PM, após receber intimação para audiência de conciliação de um processo agrário