Sexta, 18 de junho de 2021

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 06/05/2021

Bolsonaro veta a prorrogação do Imposto de Renda para 31 de julho

Com isso, entrega da declaração deve ser feita até o fim do mês; governo alega que o adiamento poderia impedir pagamento de programas sociais

Bolsonaro veta a prorrogação do Imposto de Renda para 31 de julho Bolsonaro veta a prorrogação do Imposto de Renda para 31 de julho (Foto: Isac Nóbrega/PR)

O presidente Jair Bolsonaro vetou integralmente o Projeto de Lei 691/20, do Senado, que prorroga até 31 de julho o prazo de entrega da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física referente aos rendimentos de 2020.

 

O veto, que será publicado na edição desta quinta-feira (6) do Diário Oficial da União, poderá ser derrubado posteriormente pelo Congresso Nacional.

 

A data inicial era 30 de abril, mas a Receita Federal já havia estendido o prazo até 31 de maio, em decisão administrativa. Com o veto, fica mantida a entrega da declaração anual até o final deste mês, caso contrário haverá multa.

 

O Ministério da Economia argumentou que novo adiamento teria impacto na arrecadação da União e demais entes federativos e poderia impedir pagamento de programas sociais para enfrentamento da pandemia do novo coronavírus.

 

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Sobe Catracas

ALEXANDRE FELIPE, professor da rede municipal de Manaus

Conquistou 2º lugar em prêmio nacional 'Diamante da Educação' por projeto que transforma lixo em instrumento de percussão para alunos

Desce Catracas

AIRTON SOUZA, vereador de Monte Alegre (PA)

Vereador é acusado de ameaçar oficial de Justiça e um sargento da PM, após receber intimação para audiência de conciliação de um processo agrário