Segunda, 01 de março de 2021

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 06/01/2021

Frente Nacional de Prefeitos desmente Bolsonaro que municípios tem seringas em estoque para vacinação

Prefeitos alertam para risco de falta de seringas e agulhas para vacinas fora da covid-19

Frente Nacional de Prefeitos desmente Bolsonaro que municípios tem seringas em estoque para vacinação Frente Nacional de Prefeitos desmente Bolsonaro que municípios tem seringas em estoque para vacinação

BRASÍLIA - A Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) desmentiu, em nota, a afirmação feita por Jair Bolsonaro de que estados e municípios possuem estoques suficientes de seringas e agulhas para serem utilizadas na vacinação contra a Covid-19 e que, por conta disso, o  Ministério da Saúde havia suspendido a compra destes insumos até que os preços "voltem à normalidade".

 

Segundo a FNP, que reúne gestores dos maiores municípios do país, os estoques são voltados para “procedimentos diversos, entre eles o Plano Nacional de Imunização (PNI)”. 

 

“O estoque de seringas e agulhas, que os municípios têm é para atender a procedimentos diversos, entre eles o Plano Nacional de Imunizações. A declaração do presidente Jair Bolsonaro, que demonstra contar com esses materiais adquiridos pelas cidades para dar início à vacinação contra a Covid-19, traz a preocupação por uma possível falta de insumos para o atendimento de outras necessidades de saúde", destaca a nota da FNP, de acordo com o jornal O Globo.

 

O texto ressalta, ainda, que um plano de vacinação emergencial e amplo contra a Covid-19 "demanda planejamento, organização e uma complexa logística de aquisição e distribuição de insumos”, sendo “fundamental que se estabeleça a forma de reposição para que a população não sofra com uma possível falta de materiais para outras necessidades de saúde".

 

Sobe Catracas

MARIVELTON BARROSO, líder da etnia Baré

Venceu prêmio internacional da Revista Vanity Fair, que homenageia personalidades que mais se destacam pelo mundo, com projetos inovadores de turismo suntentável

Desce Catracas

DILMA SERRÃO, ex-prefeita de Belterra (PA)

TCU reprovou as contas e condenou ex-prefeita a devolver R$ 100 mil ao MEC, por não comprovar recursos do FNDE, recebidos em 2015