Sábado, 17 de abril de 2021

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 21/11/2020

Lula e Ciro Gomes apoiam Boulos contra Covas, em São Paulo

Candidato do PSOL lançou Frente, que conta ainda com apoio de Marina Silva e Flávio Dino

Lula e Ciro Gomes apoiam Boulos contra Covas, em São Paulo Lula e Ciro Gomes apoiam Boulos contra Covas, em São Paulo ( FOTO: REPRODUÇÃO/TWITTER/PSOL)

DEAMAZÔNIA SÃO PAULO, SP – O candidato do PSOL à Prefeitura de São Paulo, Guilherme Boulos, lançou nesta sexta-feira ( 20/11), a Frente Democrática Por São Paulo, com o apoio do ex-presidente Lula (PT), do ex ministro Ciro Gomes (PDT), da ex senadora Marina Silva ( Rede) e do governador do Maranhão Flávio Dino ( PC do B). Representantes de sete partidos de esquerda [ PT, PDT, PSB, PC do B, Rede, PCB e UP] participaram do ato.

 

A Frente tem o objetivo de empurrar o adversário Bruno Covas (PSDB), que tem apoio de Celso Russomano e partidos do Centrão, para o campo do bolsonarismo. A informação é da Revista Carta Capital.

 

Segundo a revista, Lula, Ciro, Marina e Dino já gravaram mensagens de apoio a Boulos e devem ser exibidos no horário eleitoral da TV ainda neste final de semana.

 

De acordo com o Ibope, no segundo turno, Covas tem 47% das preferências, contra 35% de Boulos. 

 

Boulos espera ainda apoio de Márcio França, uma vez que o PSB já sinalizou adesão, mas falta a decisão final do candidato, que concorreu no primeiro turno.

 

O presidente nacional do PSOL, Juliano Medeiros, destacou o caráter nacional da aliança: “estamos dando um sinal para o Brasil de que esta eleição transcende as fronteiras de São Paulo. Queremos fazer de São Paulo uma vitrine para o Brasil. A unidade das forças democráticas é possível. Estamos travando uma disputa não só por São Paulo, mas pelo Brasil”.

Sobe Catracas

JOEL SILVA, catador de lixo

Morador da periferia de Belém, estudou com doações de livros e foi aprovado em 2º lugar no vestibular da UFPA, para o curso de medicina

Desce Catracas

BETO D'ÂNGELO, prefeito de Manacapuru

Em plena pandemia, prefeitura contratou empresas para compra de R$ 6 milhões em materiais de expediente e limpeza, e serviços de engenharia