Sexta, 14 de agosto de 2020

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 30/07/2020

Maisa Silva doa R$ 90 mil para a Casa Mamãe Margarida, em Manaus

Apresentadora arrecadou fundos em live beneficente em comemoração ao seu aniversário de 18 anos

Maisa Silva doa R$ 90 mil para a Casa Mamãe Margarida, em Manaus Entrevista feita por Maisa com a diretora da Casa, irmã salesiana Liliana Maria Daou

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - “Essa pandemia veio abalar bastante a gente”, declarou a irmã salesiana Liliana Maria Daou Lindoso, diretora da Casa Mamãe Margarida, em entrevista concedida à Maisa Silva.

 

A atriz e apresentadora promoveu uma live beneficente, em comemoração ao seu aniversário de 18 anos, que arrecadou fundos para cinco instituições de caridade, entre elas, a obra social salesiana que atua em Manaus.

 

Além de arrecadar doações durante sua live, Maisa destinou o valor líquido do seu cachê para as instituições, conseguindo direcionar R$ 90 mil só para Casa Mamãe Margarida.

 

“A doação foi muito importante, especialmente nesse período, que foi muito difícil. Tivemos gastos muito maiores com medicamentos, vitaminas e alimentação no que diz respeito a frutas e proteínas. Então, ficou um custo muito alto”, destaca irmã Liliana.

 

A diretora da obra social participou de uma entrevista online com Maisa para falar um pouco sobre o trabalho desenvolvido pela instituição, que atende crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social e com vínculos familiares rompidos. O vídeo foi publicado neste mês, no Instagram da artista.

 

“A Casa Mamãe Margarida trabalha como retaguarda do Juizado da Infância e da Juventude e também dos conselhos tutelares. As meninas que vêm para o sistema de acolhimento, que é o abrigo, são enviadas pelo juizado e pelo conselho tutelar, e também pelo nosso trabalho de busca dessas meninas e da comunidade ao redor que denuncia”, disse irmã Liliana na entrevista.

 

Durante a conversa, a diretora convidou Maisa Silva para ser a embaixadora da Casa Mamãe Margarida, destacando a importância do apoio da jovem. A apresentadora aceitou o convite e se comprometeu em visitar a obra assim que for seguro.

 

“É como se vocês estivessem aqui para preencher esse espaço em que a gente tem da lei, da teoria, para a prática. Porque se não houver esses agentes do bem, essas pessoas dando visibilidade para o problema e depois criando soluções para as vidas dessas meninas, eu não imagino nem onde elas estariam”, afirmou Maisa na entrevista que, segundo ela, foi uma das mais especiais de sua carreira.

 

A artista conheceu o trabalho da Casa Mamãe Margarida por meio de um documentário chamado “Um Crime Entre Nós”, no qual famosos, como o apresentador Luciano Huck e o médico Dráuzio Varella, se unem aos que atuam diariamente na luta pelo fim da exploração sexual de crianças e adolescentes no Brasil.

 

Como ajudar

Localizada no bairro São José II, Zona Leste da capital, a Casa Mamãe Margarida atua em dois regimes de atendimento: acolhimento e socioeducativo em meio aberto. Atualmente, mais de 280 crianças e adolescentes, com idades entre 01 e 18 anos, são beneficiadas pelo trabalho da instituição.

 

Destas, 30 moram no abrigo e mais de 250 passam o dia na casa, onde fazem três refeições: café da manhã, almoço e lanche da tarde.

 

Segundo irmã Liliana, manter a instituição funcionando requer muitos recursos, especialmente para pagamento de funcionários, alimentação e manutenção da casa. Por esse motivo, as doações são sempre bem-vindas.

 

Hoje, as principais demandas são proteínas para compor a alimentação, material de limpeza, roupas e sapatos, e produtos de higiene pessoal, especialmente shampoo, desodorante, colônia e absorventes.

 

“Quem tiver roupas e objetos para doar, eu faço brechó todo fim de semana. As roupas que servem para as meninas eu retiro para elas e as outras eu vendo”, complementou a diretora.

 

Além da doação material, é possível fazer uma contribuição financeira. A doação pode ser feita através de depósito bancário, entregue na sede da instituição ou o doador pode entrar em contato com a casa e informar onde os responsáveis devem buscar a doação.

 

Os interessados também podem se tornar um “Amigo da Casa Mamãe Margarida” através de doações mensais por meio de débito automático. Os dados bancários são: Banco do Brasil, agência 1862-7, conta corrente 40.156-0, e Banco do Bradesco, agência 2467, conta corrente 11117-1. O CNPJ é 04.566.352/0001-60.

Sobe Catracas

ARLINDO NETO, cantor

Estreou em grande estilo, em apresentação solo, seguindo legado do pai

Desce Catracas

DELEGADO PABLO OLIVA, deputado federal

Investigado por usar mãe e irmão como laranjas em suposto esquema de corrupção