Sábado, 15 de agosto de 2020

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 30/07/2020

CNJ afasta desembargadora Encarnação Salgado, do TJ/AM

Conselho Nacional de Justiça instaurou Procedimento para investigar supostos crimes de corrupção passiva praticados pela magistrada

CNJ afasta desembargadora Encarnação Salgado, do TJ/AM Desembargadora Encarnação das Graças Sampaio Salgado (Foto: Divulgação/tjam)

DEAMAZÔNIA BRASÍLIA - O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) decidiu, nesta quarta-feira (29/7), afastar a desembargadora do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) Encarnação das Graças Sampaio Salgado, enquanto investiga supostos crimes de corrupção passiva supostamente praticados pela magistrada.

 

A decisão do colegiado foi unânime e seguiu entendimento do corregedor nacional de Justiça, ministro Humberto Martins, que resolveu instaurar Procedimento Administrativo Disciplinar para investigar a conduta da desembargadora.

 

O procedimento vai analisar suposta concessão irregular de liminares em diversos plantões com vestígios de que elas foram deferidas por motivos escusos.

 

O ministro Humberto Martins afirma que as denúncias são graves e colocam em dúvida a imparcialidade sobre as decisões em geral proferidas por Encarnação Salgado.

Sobe Catracas

SORAYA FREIRE, professora da rede municipal de Manaus

Desenvolveu guia sobre trabalho infantil, para professores, e ganhou destaque em matéria publicada no jornal 'Estadão'

Desce Catracas

AGUINALDO RODRIGUES, ex-prefeito de Manaquiri

Justiça Federal condenou o ex-prefeito por não prestar contas de recursos federais destinados à educação no município