Sexta, 14 de agosto de 2020

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 28/07/2020

Arthur Neto é destaque em jornal de Portugal pela campanha 'SOS Amazônia'

Campanha, com objetivo de ajudar povos tradicionais da Amazônia, ganhou o mundo com a participação da ativista sueca Greta Thunberg

Arthur Neto é destaque em jornal de Portugal pela campanha 'SOS Amazônia' Prefeito Arthur Virgílio Neto (Foto: Mário Oliveira - SEMCOM)

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - Um dos jornais de maior referência em Portugal, “O Público” destacou em sua versão on-line desta terça-feira, 28/7, a importância das ações do prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, durante o período mais crítico da pandemia do novo coronavírus, e que incentivaram a criação da campanha “SOS Amazônia”, encabeçada por ele e que ganhou o mundo com a participação da ativista sueca Greta Thunberg.

 

Recentemente, ela venceu o prêmio Gulbenkian para a Humanidade e recebeu €$ 1 mi, dos quais €$ 1oo mil foram destinados à campanha que tem o objetivo de ajudar os povos tradicionais de Amazônia e etnias indígenas afetadas pela Covid-19.

 

O jornal se referiu à atitude do prefeito, que usou de toda a sua experiência como diplomata e remeteu cartas, juntamente com material em vídeo, às embaixadas de países ricos do G-20, solicitando que enviassem algum tipo de ajuda para o Amazonas enfrentar os efeitos da pandemia, que naquele momento colocavam a saúde do Estado em colapso.

 

Virgílio, que se prepara para retornar a Manaus, depois dele mesmo vencer a Covid-19, considerou que o papel da ativista foi fundamental para sensibilizar as lideranças mundiais, que enviaram ajuda ao Amazonas. Reconhecido como um dos maiores defensores da Amazônia no Brasil, o prefeito agradeceu o empenho de todos os envolvidos na campanha, principalmente aos jovens ativistas e aos governos que enviaram ajuda.

 

“Nunca tive dúvida de que estamos na região mais estratégica do mundo, apesar dessa desastrosa política ambiental que vivenciamos. Toda a movimentação alcançada pela campanha global em prol da Amazônia serviu para alertamos sobre os perigos que corre a floresta e seus povos tradicionais e para conseguir ajuda de diversos países e do próprio Friday for Future (FFF) no Amazonas”, destacou o prefeito Arthur Neto.

 

Um dos ativistas do FFF, o jovem Abel Rodrigues, destacou à reportagem do jornal “O Público” a importância do ato do prefeito Arthur Neto e explicou como a campanha vem ajudando povos indígenas. Ele enfatizou que entre as ações de destaque está a distribuição de cestas básicas para comunidades indígenas no entorno de Manaus e no interior do Amazonas, montadas de acordo com a dieta de cada comunidade “respeitando a cultura e a tradição de cada povo”, disse.

 

Além de Greta, um dos governos a também atender ao apelo da “SOS Amazônia” foi o da França, que enviou €$ 500 mil para ações de saúde e de assistência social em Manaus.

 

Sobe Catracas

ARLINDO NETO, cantor

Estreou em grande estilo, em apresentação solo, seguindo legado do pai

Desce Catracas

DELEGADO PABLO OLIVA, deputado federal

Investigado por usar mãe e irmão como laranjas em suposto esquema de corrupção