Quinta, 13 de agosto de 2020

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 10/07/2020

Governo do AM diz que aguarda parecer das autoridades sanitárias para se pronunciar sobre realização do Festival

Em Nota governo diz que Festival de Parintins, anunciado para novembro, precisa ter 'embasamento científico'

Governo do AM diz que aguarda parecer das autoridades sanitárias para se pronunciar sobre realização do Festival Governador do Am, Wilson Lima, ao fundo o titular da SEC, Marcos Aplo

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - O Governo do Estado ainda não tem um posição formada sobre uma nova data para a realização do Festival de Parintins 2020.

 

Logo após, o anuncio dos dirigentes dos bois, feito hoje (10/7), confirmando a realização do evento para 6,7 e 8 de novembro, o governo do Amazonas divulgou uma Nota para a Imprensa discordando da decisão.

 

A Nota evidencia que não há um entendimento entre os organizadores do Festival de Parintins sobre a nova data para novembro. Os organizadores da festa são os bois, a prefeitura e o Estado.  

 

O governo diz que somente se pronunciará sobre a realização ou não do Festival, este ano, após parecer das autoridades sanitárias sobre os riscos de exposição a covid-19. ‘ Autoridades sanitárias são as únicas capazes de avaliar os riscos de exposição’, afirma em nota.

 

O Estado acrescenta que não é possível tomar uma decisão, diante de um evento da grandiosidade do Festival de Parintins ‘sem embasamento científico’. O Festival de Parintins tradicionalmente ocorre em junho, mas foi adiado por causa da pandemia. 

 

NOTA DO GOVERNO DO AMAZONAS

Nota – Festival Folclórico de Parintins

 

O Governo do Estado do Amazonas só vai se pronunciar sobre a realização do Festival de Parintins após receber parecer das autoridades sanitárias, as únicas capazes de avaliar os riscos da exposição da população à Covid-19 em eventos do porte da festa popular. 

 

O Governo do Estado entende a relevância do evento para os habitantes de Parintins, de todo o Amazonas e do Brasil, enquanto manifestação cultural e geradora de renda, mas não é possível que tal decisão seja tomada sem o embasamento científico necessário que assegure o maior bem que todos temos: a vida.

Sobe Catracas

ARLINDO NETO, cantor

Estreou em grande estilo, em apresentação solo, seguindo legado do pai

Desce Catracas

DELEGADO PABLO OLIVA, deputado federal

Investigado por usar mãe e irmão como laranjas em suposto esquema de corrupção