Sexta, 10 de julho de 2020

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 26/06/2020

Bolsonaro diz que pretende pagar mais três parcelas do auxílio emergencial

Prorrogação do benefício foi anunciada em live, nesta quinta (25); novas parcelas devem ser de R$ 500, R$ 400 e R$ 300

Bolsonaro diz que pretende pagar mais três parcelas do auxílio emergencial Presidente Jair Bolsonaro em transmissão ao vivo, ao lado do ministro Paulo Guedes (Foto: Reprodução/Video)

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) confirmou, na noite desta quinta-feira (25), que o governo federal vai prorrogar o auxílio emergencial. O anúncio foi depois de um dia de discussões intensas sobre o benefício.

 

O ministro da Secretaria de Governo da Presidência, Luiz Eduardo Ramos, escreveu em uma rede social as 7h05 da manhã: o governo vai pagar três parcelas adicionais, de R$ 500, R$ 400 e R$ 300 do auxílio emergencial. Minutos depois, a postagem foi apagada. A assessoria explicou que o assunto ainda estava em discussão.

 

Bolsonaro confirmou, em live, nesta quinta (25), que pretende fazer mais três pagamentos do auxílio: “Nós vamos. Não está definido ainda, os números, mas nós vamos prorrogar por mais dois meses um auxílio que vai partir para uma adequação. Não é... Então serão R$ 1200 em 3 parcelas, basicamente deve ser dessa maneira. Deve ser. Estamos estudando. R$ 500, R$ 400, e R$ 300. Vão perfazer em dois meses”, disse.

 

A prorrogação do auxílio emergencial com novos valores depende de aprovação no Congresso

 

A proposta faria o benefício chegar este ano a pelo menos R$ 229,5 bilhões. Segundo ele, 53% de toda a transferência de renda já feita pelo Bolsa Família desde o início do programa, em 2004.

 

O presidente Jair Bolsonaro discutiu o benefício com os ministros da Economia e da Cidadania, os presidentes do Banco Central e da Caixa Econômica Federal. O governo chegou a anunciar uma entrevista coletiva no meio da tarde, mas ela foi cancelada.

Sobe Catracas

WILSON JÚNIOR, bailarino e coreógrafo

Amazonense leva para o Brasil a cultura do estado com projeto de oficinas de danças afro-americanas e boi-bumbá

Desce Catracas

ADAIL FILHO, prefeito de Coari

Afroxou medidas de prevenção a Covid-19 e Coari é o município do interior do Amazonas mais infectado, com o dobro de casos de Manacapuru