Sexta, 10 de julho de 2020

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 24/06/2020

Parintins reduz toque de recolher e libera viagens de barco e avião

Toque de recolher passa a valer de 19h às 6h; decreto será publicado nesta quinta (25)

Parintins reduz toque de recolher e libera viagens de barco e avião Prefeitura diminui toque de recolher e inicia flexibilização de viagens (Foto: Junior Preto Juju)

DEAMAZÔNIA PARINTINS, AM - Novo decreto municipal que será publicado nesta quinta-feira (25) reduz o horário do toque de recolher em Parintins e libera viagens de barco, com até 30% da capacidade da embarcação. Voos também passam a ser permitidos a partir do dia 30 de junho. A restrição de circulação de pessoas que antes iniciava às 15h, agora será a partir 19h até às 6h.

 

As viagens de barco e lancha, de Manaus para Parintins poderão trazer até 30% da capacidade da embarcação, mediante autorização. Quanto às viagens aéreas, o aeroporto Júlio Belém passará a receber voos comerciais a partir do dia 30 junho, obedecendo todas as normas de proteção dos passageiros.

 

A decisão foi tomada pelo Comitê Municipal de Combate ao Coronavírus de Parintins, em reunião na tarde desta quarta-feira (24/6), no Centro do idoso Pastor Lessa, como medidas protetivas contra a Covid-19.

 

A atividade comercial também será permitida até as 19h e a partir desse horário somente bares, restaurantes e lanchonetes tem autorização para trabalhar em sistema de delivery.

 

O prefeito Bi Garcia, que preside o Comitê, avaliou como cautelosa as medidas e de comum acordo dos órgãos envolvidos. “Foi tudo avaliado por equipes de saúde, por diretores de hospitais, pelo Ministério Público, pela Defensoria Pública, até pelo Conselho Municipal de Saúde. Nós vamos avançando a partir do momento que a gente começa a achatar a curva de contaminação no município, a questão dos óbitos, como também a questão da internação”, garantiu.

 

A coordenadora de Vigilância em Saúde de Parintins, Elaine Pires, apresentou os dados de acompanhamento diário dos casos de COVID-19 no município que foi avaliado pelos integrantes do Comitê. “Devido todos os cuidados tomados e que ainda são executados, nós tivemos uma redução de internações, assim como uma redução de óbitos no município, e mesmo com o aumento da testagem, mantivemos a estabilidade com relação ao número de positivos. Isso nos fez flexibilizar as medidas. Mas vamos continuar com a fiscalização”, disse a coordenadora.

Sobe Catracas

WILSON JÚNIOR, bailarino e coreógrafo

Amazonense leva para o Brasil a cultura do estado com projeto de oficinas de danças afro-americanas e boi-bumbá

Desce Catracas

ADAIL FILHO, prefeito de Coari

Afroxou medidas de prevenção a Covid-19 e Coari é o município do interior do Amazonas mais infectado, com o dobro de casos de Manacapuru