DeAmazônia

MENU
Atualizado em 13/12/2016

Após reunião, Ministro promete diagnóstico sobre apagões em Manaus

Além de sofrer com os constantes blecautes, moradores de Manaus e da Região Metropolitana receberam um aumento de 21,57% na conta de luz

Após reunião, Ministro promete diagnóstico sobre apagões em Manaus O corte de luz causou desligamento de semáforos e congestionamentos em várias partes de Manaus. FOTO: Ariel Costa

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - O Ministro das Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, prometeu entregar um diagnóstico, ainda nesta semana, sobre a situação da energia elétrica e, principalmente, sobre os recentes apagões em Manaus e municípios da Região Metropolitana. Para o Senador Omar Aziz (PSD-AM), que participou da reunião na tarde desta terça-feira (13), em Brasília, o encontro serviu também para cobrar os investimentos prometidos pelo Ministério no início do ano passado, mais de R$ 6 bilhões, e que até agora não foram executados.

 

“Cobrei uma posição do Ministro sobre os investimentos para o Estado do Amazonas e que até agora não foram feitos. Exigi também uma posição sobre os apagões constantes em Manaus. Parece que a nossa cidade vive no século XIX, com apagões diários. Hoje, em pleno século XXI, apesar de prometerem resolver os problemas, até hoje não foram resolvidos”, disparou o Senador do Amazonas.

 

Também participaram da reunião no Ministério das Minas e Energia, o deputado federal Átila Lins, coordenador da bancada do Amazonas no Congresso, e os também deputados, Alfredo Nascimento, Conceição Sampaio, Pauderney Avelino e Silas Câmara.

 

No fim de novembro, todas as zonas de Manaus ficaram sem o fornecimento de energia elétrica durante um período do dia. Segundo a Eletrobras, ocorreu o desligamento do Linhão 500kV Tucuruí-Manaus no trecho Oriximiná-Silves. Além da capital, as cidades de Iranduba, Manacapuru e Presidente Figueiredo foram afetadas. O corte de luz causou desligamento de semáforos e congestionamentos em várias partes de Manaus.

 

Além disso, a Eletrobras Distribuição Amazonas anunciou que os novos valores da conta de luz começam a ser cobrados em dezembro, proporcional e gradativamente, conforme o ciclo de faturamento e vencimento de cada cliente.

Sobe Catracas

LUIZ PACHECO, presidente da Escola de Samba Aparecida

Escola de Samba Mocidade Independente de Aparecida foi campeã do Carnaval de Manaus 2020

Desce Catracas

VILSON GONÇALVES, prefeito de Aveiro (PA)

Virou alvo da Justiça em processo criminal acusado de recolher ICMS de mercadoria para exportação sem comprovar para Sefa saída do produto