Sexta, 05 de junho de 2020

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 19/05/2020

Prefeito de Barreirinha não dá assistência para enterros de mortos por covid-19

Sepultamento de morador, que morreu no domingo (17), foi feito hoje pela própria família, sem nenhuma assistência da Prefeitura

Prefeito de Barreirinha não dá assistência para enterros de mortos por covid-19 Família aguardou três dias para realizar funeral (Foto: Reprodução/Facebook)

POR JONAS SANTOS, da Redação

DEAMAZÔNIA BARREIRINHA, AM - O prefeito de Barreirinha, Glênio Seixas (MDB), não deu assistência a família de um morador da cidade que morreu no domingo (17/5), vítima de covid-19. A família aguardou três dias pela Prefeitura, para realizar o funeral, mas ninguém apareceu para dar apoio.   

 

Os próprios familiares tiveram que realizar sepultamento hoje (19/5), com a ajuda de outras pessoas, sem equipamentos de proteção adequado e nenhuma orientação do procedimento funerário, devido o risco de contaminação.

 

Kênia Ribeiro, nora da vítima, fez a denúncia, por meio de uma postagem no Facebook. Além da falta de assistência, segundo ela, a Prefeitura ainda mandou deixar um caixão quebrado para a família. 

 

“Não apareceu ninguém. Contamos com a ajuda do meu sobrinho, de um amigo e de dois funcionários de uma obra no hospital [...] Não ofereceram nenhuma roupa especial para o meu marido e cunhado que estavam ali ajudando a carregar o caixão”, escreveu Kênia.

 

É o segundo óbito por coronavírus, em Barreirinha.

 

O Portal DeAMAZÔNIA entrou em contato com o Ministério Público, em Barreirinha, que se colocou a disposição da família diante da negligência da Prefeitura.

 

Em uma Nota extensa, a Secretaria Municipal de Saúde admitiu que faltou planejamento para o serviço funeral, e que não conseguiu treinar uma equipe por falta de coveiros na cidade. A gestão de Glênio Seixas informou ainda que somente hoje (19/5) [após a denúncia] que a Prefeitura conseguiu formar uma equipe de coveiros e treiná-los.

Essas imagem mostram o por que estou tão indignada....meu sogro faleceu domingo por volta das 11:30 adivinha de q? Poise...

Publicado por Kênya Ribeiro em Terça-feira, 19 de maio de 2020

VEJA A NOTA DA PREFEITURA DE BARREIRINHA, na íntegra    

Nota de Esclarecimento 

Primero é preciso esclarecer que o município dispõe de empresas que prestam Serviço Funeral, o que não havia era coveiros treinados para o sepultamento conforme os novos protocolos da OMS. Isso em decorrência do aumento no número de casos de COVID-19 no município de BARREIRINHA (111), e pela divulgação através das mídias sociais da letalidade e dos riscos emitidos por conta do Coronavirus. Por isso, a população entrou em pânico e o município não encontrou pessoas dispostas a exercer tal ofício (coveiro).

 

Somente no dia de hoje dia 19, conseguimos identificar pessoas que se propuseram a serem contratadas para realizar tal serviço.

 

As mesmas foram capacitadas pela equipe da FVS para evitar que desconfortos ocorram em novos acontecimentos como o relacionado. 

 

A prefeitura se solidariza com a família enlutada e informa que o governo municipal está fazendo todos os investimentos necessários pra atender da melhor forma as casos em sua unidade de saúde, uma vez que é sabido por todos que o município não dispõe de UTI para tratar os casos graves. Outrossim, desde o dia 16 de maio, o município tem adotado LOCKDOWN, fechando total do comércio e serviços em geral. Atendimento apenas via sistema Delivery. 

 

O prefeito Glenio Seixas tem feito investimentos necessários e essenciais para o combate à Covid-19 no município desde o dia 16 março, mesmo não havendo na época  nenhum caso suspeito no município.

 

Mas sabe que todos os esforços não serão o suficiente para evitar que cidadãos Barreirinhenses tenham suas vidas ceifadas por este vírus que assola o mundo.

 

Por fim, esclarecemos que nunca, nem jamais fomos e seremos omissos na luta pela saúde de nossos conterrâneos e independente das dificuldades, seguiremos firmes em nossa missão que é salvar vidas.

Péricles Tavares Vieira Filho
Secretário Municipal de Saúde

Sobe Catracas

RODRIGO FERNANDES, escritor paraense

Natural de Santarém, venceu concurso da Academia Paraense de Letras e Artes e obra dele ficou em 1º lugar na categoria 'Melhor Livro'

Desce Catracas

ALFREDO MENEZES, ex-superintendente da Suframa

Foi demitido após 1 ano e 3 meses à frente da autarquia, que enfrenta a por crise da história