Sexta, 29 de maio de 2020

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 03/04/2020

Sistema de saúde do Amazonas deve entrar em colapso nos próximos dias, diz secretário

Rodrigo Tobias considera quantidade de respiradores insuficiente, caso o número de infectados aumente, expressivamente

Sistema de saúde do Amazonas deve entrar em colapso nos próximos dias, diz secretário Secretário de saúde do AM, Rodrigo Tobias, e diretora da FVS, Rosemary Costa Pinto (Reprodução/Live/Video)

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - O secretário de Saúde do Amazonas (Susam), Rodrigo Tobias, afirmou em live transmitida pelo Facebook, nesta quinta-feira (2/4), que o sistema de saúde do estado pode entrar em colapso nos próximos dias, caso o número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus aumente expressivamente.

 

O Amazonas registrou até ontem (2), 231 casos da Covid-19, com cinco mortes pela doença.

 

Segundo Tobias, o sistema de saúde apresenta, hoje, condição limitada de atender todos os casos.

 

“Daqui a algum tempo eu estarei aqui na live afirmando que sim, o sistema de saúde do Amazonas pode entrar em colapso, se a gente não tomar as medidas necessárias agora [...] Precisa todo mundo ficar em casa”, disse o secretário de saúde.

 

Segundo Tobias, o Amazonas poderá  enfrentar os impactos no sistema de saúde a partir deste domingo (05), quando  ele prevê que o Estado entre em colapso para atender os pacientes da covid-19.

 

O secretário da Susam essalta os riscos de contágio de uma pessoa com coronavírus para a população, se as medidas de prevenção não forem seguidas.

 

"Estamos lidando com uma pandemia onde o contágio é exponencial. Uma pessoa pode contaminar outras seis pessoas. E em se tratando de pessoas que não apresentam nenhuma sintomatologia, podem levar isso multiplicado por mais seis", frizou.

 

RESPIRADORES

O secretário de Saúde, Rodrigo Tobias, também considera o número de respiradores – ou ventilador pulmonar – insuficiente caso a situação de pessoas infectadas pelo coronavírus piore.

 

“O número não é suficiente, principalmente em se tratando de uma epidemia, de uma pandemia que é novo em todo o mundo”, explicou.

 

 Amazonas conta hoje com 492 respiradores para atendimento em leitos de UTI, sendo que destes, 90 estão em manutenção. Do total de respiradores, 392 estão em Manaus e 24 no interior.

 

O governador Wilson Lima afirmou na manhã desta sexta-feira (3/4), em entrevista na Rádio Tiradentes, que nos próximos dez dias o estado irá receber de imediato, 150 novos respiradores. Segundo ele, o Amazonas disputa a compra de mais 300 aparelhos com outros países.

 

“Estamos comprando mais 300 respiradores, numa briga muito grande, pois tínhamos um contrato com uma empresa de Brasília que acabou voltando atrás, estávamos também em negociação com os Estados Unidos, mas o governo federal americano confiscou esses respiradores e agora conseguimos outra empresa que vai fornecer pra gente”, esclareceu o governador.

Sobe Catracas

PAULO BARRUDADA, empresário

Fez parceria com a Hemopa, oferecendo diárias grátis em hotel, a doadores de sangue de Santarém, visando incentivar aumento de bolsas

Desce Catracas

BETO D'ÂNGELO, prefeito de Manacapuru

Afrouxou em medidas restritivas e não decretou lockdown, mesmo cidade tendo mais de 2 mil casos de covid-19 e 84 mortes.