Terça, 02 de junho de 2020

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 29/03/2020

Prefeito de Parintins ameaça demitir secretários bolsonaristas que apoiam fim do isolamento

Após decretar ‘toque de recolher’, pela prevenção do coronavírus, Bi Garcia mandou um ultimato aos secretários e assessores:‘ou peça para sair ou vou mandar embora’; COM ÁUDIO

Prefeito de Parintins ameaça demitir secretários bolsonaristas que apoiam fim do isolamento Bi Garcia, prefeito de Parintins

DEAMAZÔNIA PARINTINS, AM - O prefeito de Parintins, Bi Garcia (PSDB), ameaçou demitir secretários municipais, coordenadores e assessores mais próximos, que são seguidores declarados do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), se continuarem a defender nas redes sociais o fim do isolamento social, por causa do novo coronavírus. A informação é do Portal Poder, em matéria deste domingo (29/03).

 

Em tom duro, o prefeito enviou um áudio para o grupo de secretários, dando um ultimato: “Não aguento mais está ouvindo da população... mandando prints de secretários, coordenadores, se preocupando com essa guerra do Bolsonaro. Isso é o que menos interessa pra gente [...] Então, eu queria fazer esse pedido: o governo só tem uma política [a guerra contra o coronavírus]. Quem não se sentir bem dentro do governo peça para sair ou, então, vou mandar embora”.

 

Este é o segundo ralho que o prefeito dá em secretários municipais bolsonaristas.

 

"Eu não gostaria mais de está lendo em grupos de whatsApp declaração de assessores nossos, de cargos de confiança, entrando nesta baixaria, nessa imbecilidade de está defendendo o presidente Bolsonaro [...]. Pelo amor de Deus, parem. A gente tem um foco: trabalhar para evitar mais mortes aqui no município de Parintins. Trabalhar para evitar contaminação e salvar vidas", conclamou o prefeito.

 

Neste últimos dias, o secretário de Planejamento da Prefeitura, Zezinho Faria, espalhava fakes news de um jornal on line, pouco conhecido, com o seguinte título: 'Suécia não impõe limites e torna-se exemplo de combate ao vírus'. A medida do governo Sueco contra o isolamento é verdadeira, mas não é exemplo. Pelo contrário, a decisão gerou críticas de especialistas no mundo todo que chegaram a acusar o Governo Sueco de conduzir um “insano experimento com dez milhões de habitantes”. LEIA MAIS NO Portal G1.  

 

Parintins sim, vem dando exemplos de prevenção. Até as ruas e logradouros públicos foram desinfectados. Para famílias de baixa renda a Prefeitura mandou distribuir 3 mil cestas básicas e publicou decreto para evitar cortes de água.

 

Bi Garcia segue rigorosamente as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde sendo o primeiro prefeito do Amazonas a decretar quarentena de 15 dias no município e logo depois o "toque de recolher", também por duas semanas. Parintins tem dois casos confirmados por coronavírus, com um registro de óbito, o primeiro do Estado.

 

Autoridades em saúde dizem que somente radicalizando a prevenção seria possível evitar entre 600 mil a 1,1 milhão de mortes no Brasil, pela pandemia da Covid-19, conforme prevê estudo do Instituto de Ciência Britânico 'internacional Imperial College de Londres', em reportagem do Estadão deste sábado (28/03). 

 

AMEAÇA AO FESTIVAL

A pandemia também ameaça a realização do Festival Folclórico de Parintins (a 325 quilômetros de Manaus), que acontece, anualmente, na última semana do mês de junho.

 

O próprio governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), já admite transferir a data do festival. Uma reunião com os presidentes de Garantido e Caprichoso e Prefeitura de Parintins, no início de abril, em Manaus, convocada pelo governador, vai definir a nova data, que pode ser setembro ou outubro.

 

E por causa da evolução da pandemia no país cresce ainda mais uma proposta dos organizadores para que o festival aconteça no mês de outubro, na semana do aniversário da cidade.

ÁUDIO DO PREFEITO DE PARINTINS

   

 

Sobe Catracas

MARIA OLIVEIRA, prefeita de Ipixuna (AM)

Desde o inicío da pandemia, adotou 'hotel de quarentena' e barreiras sanitárias, e município segue sem casos confirmados de Covid-19

Desce Catracas

BETO NICOLAU, presidente da Samel

Após gesto de grandeza por tratar artistas em seu hospital Samel, apequenou-se em cobranças pessoais em Parintins