Segunda, 23 de novembro de 2020

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 22/03/2020

Mandetta elogia Arthur por levar vacina da gripe à casa dos idosos

Prefeito pediu ao Ministério da Saúde autonomia aos municípios para contratar médicos sem o Revalida  

Mandetta elogia Arthur por levar vacina da gripe à casa dos idosos Prefeito de Manaus, Arthur Neto

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - Em teleconferência com o prefeito Arthur Virgílio Neto, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, elogiou a estratégia da Prefeitura de Manaus de levar a vacinação contra a gripe nas casas dos idosos, evitando que fiquem expostos à contaminação do novo coronavírus, uma vez que é o grupo mais vulnerável à doença.

 

A conversa entre os dois aconteceu na manhã deste domingo, 22/3, a partir de uma reunião por mídia virtual entre a Frente Nacional de Prefeitos (FNP), o presidente da República, Jair Bolsonaro, e o próprio ministro Mandetta. Na ocasião, Arthur disse que é hora de reconhecer a autonomia dos municípios, conforme a constituição.

 

“Nós optamos em não vacinar idosos nas Unidades Básicas de Saúde, porque vai contra tudo que acertamos e concentramos nessa reunião. Nós faremos com muita garra a vacinação de casa em casa. E estamos divulgando por todos os meios que os idosos não busquem as UBSs”, reforçou o prefeito, em sua participação no encontro online, apresentando as medidas já adotadas em Manaus.

 

Arthur Neto citou o entendimento com o governo estadual no combate à crise e sugeriu ao ministro que se leve à última consequência o respeito à autonomia dos municípios. “Os municípios devem ser autônomos como determina a constituição de 1988, conforme é da necessidade deles para serem, efetivamente, urgentes e prontos nas suas respostas", declarou Arthur, solicitando, ainda, que possa haver a possibilidade da contratação de médicos sem o Revalida para reforçar o corpo técnico da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

 

ELOGIO  

O ministro disse que irá estudar as demandas e elogiou Manaus pela atitude de levar a vacina contra gripe na casa dos idosos. Mandetta também sugeriu que durante a ação seja feito um cadastro digital de todos os idosos atendidos.

 

“Decisões locais são totalmente estratégicas. Manaus fazer a vacinação casa a casa é uma ótima estratégia. Seria a hora de aproveitar e fazer um levantamento de quantos idosos há em cada casa e passar todas as orientações. Dessa forma, se cria um cadastro digital bem elaborado sobre todos os idosos da cidade”, elogiou Mandetta.

 

BOLSONARO

Durante sua curta participação na teleconferência, o presidente Bolsonaro reafirmou a confiança no ministro Mandetta para comandar o enfrentamento a pandemia e confirmou que o país não deixará faltar recursos para o combate ao novo coronavírus.

 

“Obviamente, me aconselho com o Mandetta, pois minha formação não é essa para tratar desse assunto, mas como chefe do executivo, tenho que dar os meios para que os ministros possam trabalhar e colocá-los com os senhores na ponta da linha. Como disse o ministro da Economia, Paulo Guedes, não faltará recursos para a saúde, bem como a manutenção de empregos”, disse o presidente.

 

Também foram apresentadas ao presidente e ao ministro as pautas de demanda coletiva da FPN relacionadas com a criação do Comitê Interfederativo de Gestão de Crise, liberação de recursos, pactuação do critério de distribuição e cronogramas de entrega de equipamentos de proteção individual e a garantia de testes para os profissionais de saúde.

 

Medidas

 

Ainda durante a teleconferência, o prefeito Arthur Virgílio Neto falou sobre as medidas tomadas na capital do Amazonas, ressaltando que antes mesmo das confirmações de casos em Manaus, a prefeitura vem adotando medidas para evitar o agravamento da crise social e econômica causada pela pandemia.

 

“Estamos, diariamente, tomando atitudes contra o novo coronavírus, dentro das possibilidades que pode ter uma prefeitura, como a de Manaus. Foi assim que decretamos a antecipação do recesso escolar e depois várias atitudes para proteger o povo de Manaus, como - em boa hora - vamos começar, de casa em casa, a vacinar os idosos para manter a proteção imunológica deles”, destacou Arthur, elogiando o trabalho das equipes de saúde e dos parlamentares que estão destinando valores de emendas para o combate ao novo vírus e reforçando a necessidade de se ficar em casa.

 

Atuante em suas redes sociais, o prefeito tem atualizado a população sobre todas as medidas tomadas para se conter o avanço da Covid-19 e pediu, em tom de alerta, que os manauaras atendam à orientação de se manterem em casa, em isolamento social, como não frequentar espaços públicos e se evitar aglomerações.

 

“Estamos pedindo àqueles que estão utilizando nossos espaços públicos, onde se praticam esportes, caminhadas, o que for, que parem imediatamente. Não quero criar um quadro de apavoramento, mas não podemos considerar isso uma gripe qualquer. É algo grave, sério, uma guerra. Na guerra não tem empate, se vence ou vence, no nosso caso”, finalizou o prefeito.

 

 

_________

Expulsos do Brasil por Bolsonaro, médicos cubanos são festejados ao chegar à Itália

247 – Os médicos cubanos, do programa Mais Médicos, do governo do PT e que foram expulsos do Brasil, pelo presidente Jair Bolsonaro, foram ovacionados ao desembarcar em Roma, na Itália, para entrar com tudo na guerra contra o coronavírus.

A Itália é o país onde o novo coronavírus já fez o maior numero de vítimas. Já são quase Ainda segundo autoridades italianas, o país europeu registrou 427 mortes somente em um dia. É um número levemente menor do que as 475 vítimas registradas na véspera. No total de casos da doença, a Itália tem 41.035,

A demissão dos médicos cubanos foi um meio encontrado por Bolsonaro para agradar o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que impôs em 2019 restrições a Cuba. A medida do governo federal deixou centenas de municípios brasileiros sem atendimento médico.

O Sistema de Saúde em Cuba é modelo para o mundo segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS).

O jornalista Kennedy Alencar postou um vídeo da chegada dos médicos cubanos em Roma.

Sobe Catracas

ERLON ROCHA, vereador eleito de Santarém

Empresário do ramo naval foi o vereador mais votado, em Santarém (PA), obtendo 4.397 mil votos.

Desce Catracas

ELIANA AMORIM, prefeita de Pauini

Mesmo proibido pela Lei Eleitoral, prefeita inicia demissão em massa de funcionários, em retaliação, após derrota na eleição