DeAmazônia

MENU
Atualizado em 04/03/2020

Ministério da Saúde confirma terceiro caso do novo coronavírus no país

Colombiano que mora em São Paulo e esteve na Itália está infectado; Brasil está com 531 casos suspeitos do Covid-19

Ministério da Saúde confirma terceiro caso do novo coronavírus no país Colombiano que mora em São Paulo e esteve na Itália é o terceiro caso confirmado (Foto © Fernando Frazão/Agência Brasil)

Por Agência Brasil

O Ministério da Saúde e as secretarias de saúde de São Paulo (estadual e municipal) confirmam o terceiro caso importado do novo coronavírus no Brasil. Trata-se de um homem colombiano, de 46 anos, que mora em São Paulo. Em fevereiro, o paciente visitou a Espanha, Itália, Áustria e Alemanha.

 

Também está em investigação outro possível caso de coronavírus na capital paulista. Exames de contraprova estão sendo realizados para confirmar a amostra do possível caso. Trata-se de uma adolescente, de 13 anos, moradora de São Paulo. A paciente esteve recentemente em Portugal e Itália.

 

Casos confirmados

1ª Caso: Trata-se de um homem de 61 anos, morador da cidade de São Paulo, que esteve na região da Lombardia, no norte da Itália, entre os dias 9 e 21 de fevereiro. Ao retornar da viagem, na última sexta-feira (21), o paciente apresentou os sinais e sintomas compatíveis com a doença (febre, tosse seca, dor de garganta e coriza).

 

2º Caso: O paciente, um homem de 32 anos, esteve na Itália e chegou ao Brasil na quinta-feira (27). Ele chegou acompanhado da mulher de Milão, na região da Lombardia. Ainda no voo usou máscara e a acompanhante não apresenta sintomas da doença. O paciente foi atendido no Hospital Israelita Albert Einstein na sexta-feira (28). Durante o atendimento, o viajante relatou febre, tosse, dor de garganta, dor muscular e dor de cabeça. O quadro clínico foi considerado leve e estável.

 

Assista ao vivo

Sobe Catracas

FRAN CANTO, empresário parintinense

Capacete de oxigenação, fabricado pela gráfica dele, para pacientes com dificuldade respiratória, foi aprovado por médicos, por eficácia e economia

Desce Catracas

RODRIGO DE SÁ, diretor-presidente do Detran/AM

Detran/AM reajustou taxas de serviços em plena crise do coronavírus, mas suspendeu medida e alegou que "situação passou despercebida"