DeAmazônia

MENU
Atualizado em 21/02/2020

Rede municipal de Manaus reduziu em 84,4% o abandono escolar

Prefeitura de Manaus alcançou ainda a aprovação de 95,1% dos alunos da rede básica de ensino

Rede municipal de Manaus reduziu em 84,4% o abandono escolar Rede municipal reduziu em 84,4% o abandono escolar (Fotos Divulgação Semed)

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - Área prioritária e uma das que recebem maior investimento na gestão do prefeito Arthur Virgílio Neto, a educação municipal superou todas as metas de 2019. A Prefeitura de Manaus alcançou a aprovação de 95,1% dos alunos da rede básica de ensino – a meta era de 94,89% – e reduziu em 84,4% os índices de abandono escolar, atingindo 0,07% no ano passado, ultrapassando a previsão de 0,91%.

 

“Queremos Manaus entre a elite da educação básica do país, queremos nossos alunos preparados para o futuro, dentro das salas de aula e longe da violência das ruas. Traçamos uma proposta muito firme junto aos nossos educadores, que são os principais atores dessa conquista e aos quais agradeço imensamente”, disse o prefeito Arthur Neto, destacando também as ações de valorização do professor, com salários em dia e qualificações.

 

Até 2021, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) busca cumprir a meta 5 do Plano Municipal de Educação (PME), que é alfabetizar 100% as crianças até o 3º ano do ensino fundamental. Em 2019, rede municipal de Manaus atingiu 69,1%.  Os resultados foram apresentados nesta quarta-feira, 19/2, pela Gestão Integrada da Educação (Gide), durante o 1º Painel Pedagógico da Subsecretaria de Gestão Educacional (SGE).

 

“É muito importante ressaltar a confiança que o prefeito Arthur tem na equipe da Semed, que trabalha arduamente para garantir, cada vez mais, um ambiente de aprendizagem de qualidade para as nossas crianças, adolescentes e também os adultos. Esse painel mostrou que com muito esforço e dedicação de todos ultrapassamos todas as nossas metas”, mencionou a secretária da Semed, Kátia Schweickardt.

 

Os resultados foram apresentados pela Gestão Integrada da Educação (Gide) da Semed, mas até o final do 1º semestre os dados oficiais devem ser apresentados pelo Ministério de Educação (MEC).

 

De acordo com a coordenadora da Gide, Musa Rosas, em sete anos da existência da Gerência na Semed, nunca houve um resultado tão bom e que para 2020 a meta é melhorar ainda mais os índices. “Para alcançar essas metas é realizado um trabalho sistematizado, na Semed não existem as metas sonhadas, o que acontece é que cada escola, de acordo com a sua realidade, estipula a meta e cria suas próprias estratégias. Nós monitoramos e acompanhamos os resultados, individualmente, durante todo o bimestre”, explicou Musa.

 

A Divisão Distrital Zonal (DDZ) Sul alcançou o melhor resultado na taxa de aprovação, com 96,9%. De acordo com a chefe da DDZ, Jecicleide Nascimento, todas as ações realizadas em 2019 com as escolas partiram de um planejamento com as gerências da DDZ, Pedagógica, Administrativa e Infraestrutura, e a partir desse momento foram traçadas estratégias, para serem praticadas nas escolas.

Sobe Catracas

BI GARCIA, prefeito de Parintins

Vai demitir secretários que não colaboram com medidas de prevenção para evitar morte de pessoas pela pandemia de coronavírus

Desce Catracas

DOCA ALBUQUERQUE, prefeito de Terra Santa

Publicou decreto estranho que anula convocação de aprovados em concurso 2020 e abrirá processo seletivo