DeAmazônia

MENU
Atualizado em 18/02/2020

Terminal Hidroviário de Belém deve receber 18 mil usuários no Carnaval

Municípios do arquipélago do Marajó devem ser os destinos mais procurados; confira horários de viagens

Terminal Hidroviário de Belém deve receber 18 mil usuários no Carnaval Terminal Hidroviário de Belém espera receber 18 mil usuários no Carnaval (Foto: Ascom / CPH)

DEAMAZÔNIA BELÉM, PA - Os municípios do arquipélago do Marajó devem ser os destinos mais procurados pelos usuários que vão passar o feriado de Carnaval no interior do Estado via Terminal Hidroviário de Belém (THB). A Companhia de Portos e Hidrovias do Pará (CPH), que administra o local, espera receber 18 mil passageiros entre sexta-feira (21) e quarta-feira de Cinzas (26).

 

No ano passado, entre sexta e quarta-feira, dias de maior movimento, o terminal recebeu 14.502 usuários. Os destinos mais procurados foram Camará (que dá acesso aos municípios de Soure e Salvaterra), e Ponta de Pedras, todos no arquipélago do Marajó. Este ano, a expectativa da CPH é receber aproximadamente 18 mil usuários no mesmo período, um aumento de mais de 23%, em relação a 2019. O Camará e o município de Ponta de Pedras também devem os destinos mais procurados em 2020.

 

"Nossas equipes estão sempre prontas para receber e dar orientações aos passageiros no Terminal Hidroviário de Belém. Além disso, nossos equipamentos passam por manutenção constante, o que dá mais segurança nos momentos de embarque e desembarque. Tudo está preparado para que os usuários tenham uma excelente viagem durante o Carnaval" - Abraão Benassuly, presidente da Companhia.

 

Para garantir uma boa viagem, 10 agentes e fiscais da CPH prestarão auxílio aos usuários do THB durante o feriado prolongado, nos turnos manhã e tarde. Os agentes circularão pelos corredores, principalmente, nos horários de embarque e desembarque de passageiros, tirando dúvidas e orientando sobre questões de segurança.

 

Orientações para os usuários:

- Chegar uma hora antes do embarque, tanto intermunicipal quanto interestadual;
- Comprar passagens de empresas regularizadas junto à Arcon;
- Cuidar dos pertences e bagagens;
- Atentar para as orientações sobre embarque e desembarque;
- Portar documentos de identidade (RG, CNH ou qualquer documento oficial com foto);
- Ao viajar com crianças, levar certidão de nascimento e/ou autorização judicial;
- No caso de dúvidas, solicitar informações de funcionários da CPH identificados com crachás e/ou coletes do órgão.

 

Viagens

O Terminal Hidroviário de Belém funciona todos os dias da semana, das 6h às 20h, com oito linhas fluviais, sendo seis intermunicipais e duas interestaduais. Ao todo, 21 embarcações atendem essas linhas, que são oferecidas por 11 empresas de navegação. (Confira horários de viagens)

 

As intermunicipais fazem o trajeto Belém – Camará – Belém; Belém – Soure/Salvaterra – Belém; Belém – Cachoeira do Arari – Belém; Belém – Santa Cruz do Arari – Belém; Belém – Ponta de Pedras – Belém e Belém – Mocajuba – Belém. Já as interestaduais operam o percurso Belém – Macapá – Belém e Belém – Manaus – Belém.

 

Essas linhas passam por 21 localidades entre os estados do Pará, Amapá e Amazonas. São elas: Almeirim-PA, Belém-PA, Barcarena-PA, Breves-PA, Cachoeira do Arari-PA, Camará-PA, Gurupá-PA, Itacoatiara-AM, Juruti-PA, Macapá-AP, Manaus-AM, Mocajuba-PA, Monte Alegre-PA, Óbidos-PA, Parintins-AM, Ponta de Pedras-PA, Prainha-PA, Salvaterra-PA, Santa Cruz do Arari-PA, Santarém-PA e Soure-PA.

 

Ação

Na próxima sexta-feira (21), de 9h às 12h, a Fundação ParáPaz realiza no THB uma ação educativa contra o abuso sexual de crianças e adolescentes no Pará. Neste dia, a Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (Sespa) também vai disponibilizar aos usuários teste rápido gratuito para detectar doenças sexualmente transmissíveis.

 

Sobe Catracas

NATHÁLIA FARIA, karateca amazonense

Do topo do ranking nacional de karatê, atleta chega à seleção brasileira da categoria de base pela terceira vez

Desce Catracas

ADONEI AGUIAR, prefeito de Curinópolis (PA)

Afastado do cargo por acusação de integrar esquema criminoso, STF negou pedido dele para retornar ao cargo