DeAmazônia

MENU
Atualizado em 17/02/2020

Petroleiros de Urucu (AM) aderem à greve nacional e realizam ato em chegada à Manaus

"Não estamos à venda" e "juntos somos mais fortes", foram as palavras de ordem, na noite deste domingo (16), no aeroporto da capital; VÍDEO

Petroleiros de Urucu (AM) aderem à greve nacional e realizam ato em chegada à Manaus Petroleiros chegaram a Manaus neste domingo (Foto: Reprodução/Video)

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - Aproximadamente 90% dos petroleiros da província petrolífera de Urucu, no município de Coari (AM), considerada a maior reserva provada terrestre de óleo equivalente (petróleo e gás natural) do Brasil, aderiram à greve nacional da categoria, que teve início em 1º de fevereiro. A decisão foi tomada em conjunto na quinta-feira (13/2).

 

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o momento em que cerca de 35 petroleiros de Urucu desembarcam no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, em Manaus, neste domingo (16/2), após aderir à paralisação, com gritos de "Não estamos à venda" e "juntos somos mais fortes", para promoverem ato repúdio.

 

A categoria critica demissões e a privatização da Petrobras, e a postura do Governo Federal, diante da situação.

 

Nesta segunda-feira (17) a greve segue para o 17º dia e conta com mais de 20 mil petroleiros de todas as bases de exploração de petróleo.

 

Vídeo postado pelo site Brasil 247

Sobe Catracas

NATHÁLIA FARIA, karateca amazonense

Do topo do ranking nacional de karatê, atleta chega à seleção brasileira da categoria de base pela terceira vez

Desce Catracas

ADONEI AGUIAR, prefeito de Curinópolis (PA)

Afastado do cargo por acusação de integrar esquema criminoso, STF negou pedido dele para retornar ao cargo