Domingo, 05 de julho de 2020

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 13/02/2020

Lula e o Papa Francisco falam sobre desigualdade social e meio ambiente

No Vaticano, Papa Francisco abençoou o ex-presidente

Lula e o Papa Francisco falam sobre desigualdade social e meio ambiente  Lula se encontra com Papa Francisco, no Vaticano

BRASÍLIA - Depois de 580 dias como preso político no Brasil, o ex-presidente Lula reuniu-se no Vaticano com o Papa Francisco, que o recebeu para discutir soluções contra a crescente desigualdade no mundo. 

 

O encontro, na tarde desta quinta-deira (13), prolongou-se por mais de uma hora. O tema da desigualdade foi o principal assunto da reunião. Lula entregou ao Papa um exemplar do livro "Lula e a Espiritualidade: oração, meditação e miitância", das editoras 247 e Kotter Editorial.

 

Lula disse estar "muito satisfeito" com a conversa com o pontífice, que segundo ele foi focada na desigualdade social e na política ambiental."A minha visita teve como objetivo principal discutir com o Papa Francisco a questão da desigualdade e a questão da sua luta na defesa de uma boa política ambiental", disse Lula.

 

"Todo mundo sabe que o mundo está ficando mais desigual, que os trabalhadores estão perdendo direitos e que conquistas estão sendo derrubadas por interesses empresariais e financeiros", contextualizou o ex-presidente. 

 

O ex-presidente chegou a Roma nesta quarta-feira (12), acompanhado do ex-chanceler Celso Amorim e de um grupo pequeno de assessores. Ele aproveitou a viagem para se encontrar com lideranças políticas do país e falar sobre a conjuntura da política no Brasil.

 

Ele se reuniu com atual secretário-geral do Partido Democrático (um dos dois partidos que governa a Itália), Nicola Zingaretti, e o ex-primeiro-ministro italiano Massimo D’Alema, que havia visitado Lula no cárcere em Curitiba em setembro de 2018.

COM INFORMAÇÕES DO SITE BRASIL 247

Sobe Catracas

CILÉIA MESQUITA, tenente-coronel do Corpo de Bombeiros/PA

É a primeira mulher, em 27 anos, a assumir comando da Defesa Civil do Pará 

Desce Catracas

MÁRIO FILHO, prefeito de Marituba (PA)

Justiça Federal bloqueou R$ 7,4 milhões em bens do prefeito e secretária de educação, por suspeita de desvio de recursos do Fundef