Domingo, 20 de setembro de 2020

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 25/01/2020

Prefeitura certifica crianças participantes de oficinas de Inovação

60 crianças, de 6 a 10 anos, participaram da primeira colônia de férias do projeto “Aprendendo Profissões, Empreendendo o Futuro 4.0”

Prefeitura certifica crianças participantes de oficinas de Inovação Certificação colônia de férias Semtepi (Foto: Nathalie Brasil/ Semcom)

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - Mais de 60 crianças, de 6 a 10 anos de idade, foram certificadas pela Prefeitura de Manaus nesta sexta-feira, 24/1, na sede do Sine Manaus, da avenida Constantino Nery, São Geraldo, zona Centro-Sul. Elas participaram da primeira colônia de férias do projeto “Aprendendo Profissões, Empreendendo o Futuro 4.0”, coordenado pela Secretaria Municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi).

 

A cerimônia, que contou com a participação do secretário da Semtepi, Marco Pessoa, e da titular da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), Conceição Sampaio, foi marcada pela disputa realizada entre os participantes do projeto.

O “Aprendendo Profissões” faz parte do programa “Manaus Mais Empreendedora”, lançado em 2017 pelo prefeito Arthur Virgílio Neto, e tem como objetivo promover capacitação tecnológica para o público infantojuvenil da cidade. Esta foi a primeira vez que o projeto disponibilizou um curso de férias que promove a cultura da Indústria 4.0.

 

Em nome do prefeito Arthur Neto, a secretária Conceição Sampaio fez questão de agradecer a parceria da Fab Lab Manaus, que ofertou 60 vagas gratuitas para o projeto e aos pais dos alunos presentes na certificação.

 

“É de extrema importância que os parceiros da prefeitura continuem nos ajudando a implementar essas políticas públicas. A Indústria 4.0 já faz parte do nosso presente e este tipo de atividade prepara a nossa base para o futuro. Os pais que deixaram seus filhos passarem um tempo conosco estão de parabéns por confiarem em nosso trabalho e por apostarem nessas oficinas como uma opção de lazer e aprendizado”, ressaltou a secretária.

O secretário da Semtepi, Marco Pessoa, lembrou que a ideia da oficina surgiu da falta de programação para as crianças durante o período das férias escolares. “A ideia surgiu quando percebemos que esses pequenos ficam ociosos durante o recesso escolar. Então junto com a Fab Lab, criamos essa colônia de férias, para que as crianças tivessem uma ocupação que possa refletir no futuro profissional delas”, salientou.

 

Para a mãe de uma das participantes, Jéssica Janes, orientar as crianças a seguirem o caminho da tecnologia é de extrema importância. “Dentro dessas oficinas, eles têm acesso a novas tecnologias, a oportunidades de fazer algo novo e interessante. As profissões do futuro estão aí e eles precisam crescer dentro desse ambiente. Sinto-me orgulhosa em ver minha filha trilhando os passos que eu também estou trilhando. Assim como eu, ela é assídua nos projetos da Semtepi”, ressaltou.

 

Competição

Durante a solenidade, quatro equipes formadas pelos alunos da oficina de Robótica, disputaram uma minicorrida com os carrinhos produzidos durante a oficina realizada na sede da Semtepi. A equipe que vencedora foi a “Velozes e Furiosos”, seguida da “Crazy Car”, e posteriormente a “Esquadrão Robótica”.

 

Segundo Carlos Júnior, diretor da Fab Lab Manaus, o objetivo das oficinas é fazer com que a criança tenha um olhar diferente para a tecnologia e passe a pesquisar mais sobre esse universo. “A ideia é que elas possam continuar fazendo isso em casa, na escola. Quem começa a fazer, nunca mais para. Eles são supercriativos e tendem a ter ideias mirabolantes que podem, sim, servir no futuro, caso sejam bem trabalhadas. O foco é tornar esses pequenos os cientistas do nosso futuro”, observou.

Sobe Catracas

ORMY DA CONCEIÇÃO BENTES, desembargadora do AM

Magistrada foi eleita presidente do Tribunal Regional do Trabalho (TRT11), para biênio 2020/2022

Desce Catracas

CHICO COSTA, ex-prefeito de Carauari

TCE-AM multou o ex-prefeito em R$134,6 mil por convênio irregular firmado com a Seduc em 2014