DeAmazônia

MENU
Atualizado em 24/01/2020

Seduc/AM mantém Escola Estadual Tiradentes com antigos alunos, em Manaus

Decisão foi anunciada pela secretaria durante reunião extraordinária, na quinta-feira (23)

Seduc/AM mantém Escola Estadual Tiradentes com antigos alunos, em Manaus Secretaria de Educação mantém Escola Estadual Tiradentes com antigos alunos (Foto: Cleudilon Passarinho)

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - Os alunos da rede estadual que cursaram o ano letivo de 2019 na Escola Estadual Tiradentes estão com suas vagas garantidas na unidade de ensino para o próximo ano letivo. Os pais que tiverem interesse em manter os filhos na escola devem se apresentar à unidade, localizada na avenida Codajás, bairro Petrópolis, a partir de quarta-feira (29/01), das 8h às 20h. A decisão foi anunciada pela Secretaria de Estado de Educação e Desporto, durante reunião extraordinária, na quinta-feira (23/01).

 

Os estudantes do Tiradentes que foram matriculados na Escola Estadual Major Silva Coutinho (noturno) também terão suas antigas vagas recuperadas na unidade de ensino.

 

Caso o responsável não concorde com o retorno do aluno à EE Tiradentes e decida mantê-lo na escola em que foi matriculado para cursar o ano letivo de 2020, ele deverá, do mesmo modo, dirigir-se à unidade de ensino para manifestar sua decisão.

 

Enquanto isso, os novos alunos que foram matriculados na EE Tiradentes, que adotaria regime militar para este ano, serão relocados ao Colégio Militar da Polícia Militar (CMPM 1), situado no bairro Cachoeirinha. Ao todo, a secretaria registrou a matrícula de 139 novos alunos na escola do Petrópolis.

 

De acordo com a secretária executiva adjunta da Capital, professora Arlete Mendonça, a pasta está atuando junto à Processamento de Dados Amazonas S/A (Prodam) para que nenhum aluno da rede seja prejudicado.

 

“Em nenhum momento nosso papel é prejudicar estudante ou funcionário. Desde o último dia 16 de janeiro, estamos trabalhando para solucionar essa situação da Escola Estadual Tirantes, porque sabemos que não é uma tarefa fácil e que envolve questões técnicas e de sistema. Nosso objetivo é apresentar a resposta mais satisfatória possível à comunidade”, afirmou Arlete Mendonça.

Sobe Catracas

FLÁVIA MOTA, jogadora de futebol

De Manacapuru (AM), atleta foi convocada pela CBF para disputar pela Seleção Brasileira Sub-20, o Sul-Americano, na Argentina

Desce Catracas

JAMILSON CARVALHO, prefeito de Anori (AM)

Juíza proibiu três escolas de samba da cidade de homenagear o prefeito, no Carnaval 2020, por caracterizar promoção pessoal, em ano eleitoral