DeAmazônia

MENU
Atualizado em 18/01/2020

Após assumir morte de criança, homem é esquartejado e queimado por população de Fonte Boa

Ronald Gomes confessou que estuprou e matou asfixiada menina de 10 anos; população invadiu delegacia

Após assumir morte de criança, homem é esquartejado e queimado por população de Fonte Boa Foto: Reprodução/Video

DEAMAZÔNIA FONTE BOA, AM - Ronald Gomes Borges, 28 anos, preso após confessar ter estuprado e matado Elcleciene Nascimento Duarte, conhecida como ‘Nega’, de 10 anos, foi morto, na noite desta sexta-feira (17/1) por moradores de Fonte Boa (a 680 quilômetros de Manaus/AM). Revoltados, os fonte-boenses invadiram a delegacia onde ele estava preso e esquartejaram e incendiaram o corpo.

 

O momento foi registrado por meio de vídeos que circularam nas redes sociais. A delegacia foi cercada e viaturas foram depredadas e incendiadas durante a captura de Ronald.

 

Diante do tumulto e da grande quantidade de pessoas, a Polícia não conseguiu controlar a invasão. Policiais chegaram a atirar, mas logo os moradores invadiram a delegacia. Após matarem o homem, as pessoas comemoraram com fogos de artifício e aplausos.  

 

Ronald foi preso, nesta quinta-feira (16), em Fonte Boa, acusado de estuprar e matar asfixiada a criança, que costumada visitar a casa do homem para ajudar a companheira dele a fazer bolos e biscoitos pra vender na cidade.

 

No dia do crime, a mulher de Ronald tinha saído da residência e ‘Nega’ ficou trabalhando. Neste momento, ele a levou para um quarto e ofereceu R$ 40 para que ela mantivesse relação sexual, a vítima não aceitou e tentou fugir. Então, ele pegou ‘Nega’ pelo braço e a estuprou.

 

Por volta das 19h, quando a esposa de Ronald retornou para a residência, ela encontrou o corpo de ‘Nega’ escondido embaixo da cama e denunciou o marido a Polícia.

VEJA OS VÍDEOS

Sobe Catracas

LUIZ PACHECO, presidente da Escola de Samba Aparecida

Escola de Samba Mocidade Independente de Aparecida foi campeã do Carnaval de Manaus 2020

Desce Catracas

JOSÉ LUIZ FELÍCIO FILHO, presidente da MAP/Passaredo

Map Passaredo Linhas Aéreas deixou o trecho Parintins-Manaus-Parintins sem voos durante os três dias do Carnaval