DeAmazônia

MENU
Atualizado em 15/01/2020

Rematrícula da rede estadual começa nesta quarta (15) em todo o Pará

Vagas para quem já é estudante estão garantidas

Rematrícula da rede estadual começa nesta quarta (15) em todo o Pará SEDUC iniciou, nesta quarta-feira (15), o prazo para rematrícula nas escolas estaduais do Pará.Foto: Arquivo / Ag. Pará

DEAMAZÔNIA BELÉM, PA - A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) iniciou, nesta quarta-feira (15), o prazo para rematrícula nas escolas estaduais do Pará. Nesta etapa o atendimento é específico para alunos que já fazem parte da rede. O procedimento é simples e para efetuar a rematrícula basta o aluno ir à escola onde já estuda e solicitar a renovação até o dia 02 de fevereiro. Para alunos menores de idade a rematrícula deve ser realizada pelos pais ou responsáveis.

 

A Seduc adianta que as vagas para alunos que já pertencem à rede são automáticas e que a rematrícula é apenas a confirmação do desejo do aluno de permanecer na escola, podendo ser feita na secretaria escolar no horário em que o aluno estuda.

 

A rede estadual é composta por quase 600 mil alunos em mais de 900 escolas de Ensino Fundamental e Médio. A meta da Seduc é manter todos os alunos da rede em sala de aula em 2020. Além destes, a Seduc recebeu aproximadamente 70 mil novos alunos durante a pré-matrícula, cujo prazo encerrou no último domingo. A Seduc esclarece que os estudantes que realizam a pré-matrícula devem confirmar a vaga até o dia 24 de janeiro.

 

“Os estudantes que não conseguiram realizar a pré-matrícula devem ir à escola a partir do dia 25 de janeiro para ver onde ainda é possível se matricular. A meta é garantir atendimento a todas as demandas e não deixar nenhum aluno fora da escola”, informa a secretária adjunta de ensino da Seduc, Ana Paula Renato.

 

Antes de dirigir-se à escola, no entanto, o aluno deve utilizar o 0800 280 0078 para obter informações das vagas que ainda estão disponíveis.

Sobe Catracas

CAROLINE BRAZ, secretária de Direitos Humanos do AM

Pela primeira vez, Amazonas aderiu a campanha nacional "Não é Não", contra o assédio, com ações por todo o estado no Carnaval 2020

Desce Catracas

VILSON GONÇALVES, prefeito de Aveiro (PA)

Virou alvo da Justiça em processo criminal acusado de recolher ICMS de mercadoria para exportação sem comprovar para Sefa saída do produto