DeAmazônia

MENU
Atualizado em 14/01/2020

“AM 10, principal via do Médio Amazonas, esperava por obras há 55 anos", diz Saullo

Rodovia AM 10 vai beneficiar além de Itacoatiara, Rio Preto da Eva, Urucará, Urucurituba, Silves, São Sebastião do Uatumã

“AM 10, principal via do Médio Amazonas, esperava por obras há 55 anos Deputado Saullo VIana esteve em Itacoatiara

DEAMAZÔNIA ITACOATIARA, AM - O deputado Saullo Vianna esteve, nesta segunda-feira (13), em Itacoatiara para acompanhar a assinatura do convênio que vai atender a recuperação e modernização da AM-010, estrada que liga Manaus ao município da Região Metropolitana. O valor de R$ 219 milhões é fruto de emenda parlamentar do senador Omar Aziz e será repassado por meio da Caixa Econômica Federal.

 

Saullo destacou que, desde que foi construída em 1965, a rodovia havia passado apenas por recuperações pontuais. “A AM-10, uma das principais via de acesso da região do Médio Amazonas para a capital, há 55 anos não recebia investimentos dessa natureza para realização de obras de recuperação e modernização ao longo de toda sua extensão. Sem dúvida, um momento muito esperado pela população de Itacoatiara e todos que utilizam a estrada.”

 

“Além de Itacoatiara, outros municípios serão contemplados com a modernização da AM-10 e dentre eles podemos citar Rio Preto da Eva, Urucurituba, Silves, São Sebastião do Uatumã, Urucará, Maués e todas as comunidades rurais que os compõem. Um grande marco para o desenvolvimento econômico, que vai mudar a realidade da região do Médio Amazonas”, completou o deputado.

 

*Obras*

A modernização AM-010 vai proporcionar a realização de obras preventivas e corretivas do traçado da rodovia, com o objetivo de manter a via em boas condições de uso e trafegabilidade. A melhoria do traçado da pista também vai oferecer melhor infraestrutura para o escoamento da produção regional, contribuindo para o desenvolvimento econômico e regional dos municípios beneficiados.

 

Estão previsto serviços de terraplanagem, drenagem, pavimentação, obras de arte, faixas de aceleração e sinalização dos 269 quilômetros da pista, de acordo com as justificativas apresentadas ao Ministério do Desenvolvimento Regional.

 

Ainda de acordo com as justificativas, as intervenções em estudo pretendem promover a melhoria na sinalização horizontal e vertical, mudança no traçado em curvas perigosas, recuperação de pontes existentes para viabilizar a interligação segura de áreas alagadiças com a rodovia, bem como readequar a capacidade do pavimento da pista de rolamento para a realidade do tráfego atual, prolongando o tempo de vida útil da rodovia.

 

Para este ano, também está em licitação um projeto que prevê a sinalização horizontal e vertical do KM 17 ao Km 66, trecho que compreende Manaus, Rio Preto da Eva e Itacoatiara. Os recursos são oriundos de um termo de convênio firmado com o Departamento Estadual de Trânsito (Detran/AM) e a Seinfra, bem como do Tesouro Nacional.

Sobe Catracas

DELISSA VIEIRALVES FERREIRA, promotora de Justiça

Ação Civil Pública, em conjunto com a promotora Nilda Silva, derrubou na Justiça decisão da Seduc de militarizar Escola Tiradentes, em Manaus

Desce Catracas

RAYLAN BARROSO, prefeito de Eirunepé

Foi cobrado pelo MPF para fazer processo seletivo, pagar funcionários indigenas e regularizar merenda escolar