DeAmazônia

MENU
Atualizado em 13/01/2020

Nota Fiscal Amazonense sorteia R$ 50 mil nesta quarta-feira (15)

Campanha promovida pelo Governo do Estado vai distribuir ainda seis prêmios de R$ 10 mil

Nota Fiscal Amazonense sorteia R$ 50 mil nesta quarta-feira (15) FOTO: Divulgação/Sefaz-AM

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - A campanha Nota Fiscal Amazonense (NFA), promovida pelo Governo do Amazonas por meio da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz-AM), fecha o exercício de 2019 em grande estilo. Na próxima quarta-feira (15/01), a iniciativa irá sortear seis prêmios de R$ 10 mil e um de R$ 50 mil, a maior premiação dos últimos 12 meses. Os nomes dos sortudos serão divulgados ao vivo durante transmissão da TV Encontro das Águas pelo canal 2.1 da TV aberta e 13 na NET, a partir das 12h30.

 

Participam todas as R$ 13,6 milhões notas emitidas com CPF no ano passado, que totalizaram R$ 3,4 bilhões em operações comerciais. Concorrem cerca de 300 mil participantes, com 48,7 milhões de bilhetes eletrônicos gerados automaticamente. A cada R$ 50 em compras com CPF, o participante recebe um bilhete eletrônico que pode ser consultado na página da campanha, https://nfamazonense.sefaz.am.gov.br/.

 

Ao longo de mais de quatro anos, a Nota Fiscal Amazonense  sorteou mais de R$ 9,7 milhões em prêmios diários, mensais e especiais. Cerca de 28 mil cidadãos e entidades sociais foram premiados na campanha, que tem por objetivo estimular a emissão da nota fiscal e promover o combate a sonegação.

 

O Estado tem ampliado a arrecadação por meio de regularização de empresas, combatendo a concorrência desleal e ampliando junto à população o hábito de emissão de notas fiscais, com os respectivos registros das vendas na base de dados da Sefaz-AM. Os recursos oriundos do gesto regular de cidadania fiscal de colocar o CPF na nota têm sido utilizados para a melhoria e a expansão dos serviços públicos em áreas prioritárias como saúde, educação, segurança.

 

Para participar, o interessado deve fazer um cadastro informando seus dados pessoais e selecionar uma entidade social, que receberá um prêmio à parte que corresponde a 40% do valor destinado à pessoa física. Ao comprar, o participante deve informar o número do CPF para concorrer aos prêmios, cujos valores variam de R$ 200 até 50 mil.

Sobe Catracas

DELISSA VIEIRALVES FERREIRA, promotora de Justiça

Ação Civil Pública, em conjunto com a promotora Nilda Silva, derrubou na Justiça decisão da Seduc de militarizar Escola Tiradentes, em Manaus

Desce Catracas

RAYLAN BARROSO, prefeito de Eirunepé

Foi cobrado pelo MPF para fazer processo seletivo, pagar funcionários indigenas e regularizar merenda escolar