DeAmazônia

MENU
Atualizado em 06/01/2020

Escolas técnicas vão beneficiar mais de 4 mil alunos em três municípios do Pará

Unidades de ensino estão localizadas em Santana do Araguaia, Breves e Xinguara

Escolas técnicas vão beneficiar mais de 4 mil alunos em três municípios do Pará A coordenadora da SeducPA, Mari Eliza, ressaltou que os cursos serão escolhidos de acordo com a vocação local (Foto: Bruno Cecim / Ag. Pará)

DEAMAZÔNIA BELÉM, PA - O governo do Estado, por meio da Secretaria de Educação (Seduc), está finalizando a construção de três escolas de ensino técnico do Estado do Pará (Eetepa): Santana do Araguaia, Breves e Xinguara. Todas as obras, que estavam paradas e foram retomadas no ano passado, têm recurso misto do Tesouro Estadual e do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (MEC/FNDE).

 

A unidade de ensino de Santana do Araguaia será entregue em fevereiro e tem investimento de mais de R$ 3,7 milhões. A de Breve, no Marajó, está prevista para ser inaugurada em maio e tem investimento de R$ 6,5 milhões. Já a Eetepa de Xinguara será aberta em março, avaliada em mais de R$ 7 milhões. Cada escola técnica possui capacidade para atender 1.440 alunos, beneficiando, ao todo, mais de 4 mil estudantes em três municípios paraenses.

 

“Todas essas obras estavam paradas e, ano passado, retomamos os trabalhos para atender as prioridades e demandas da educação. São obras padrão, com dois pavimentos e laboratórios específicos para cursos profissionalizantes” - Hilário Queiroz, diretor de Recursos Técnicos e Imobiliários da Seduc.

 

Os cursos ofertados, inicialmente, serão escolhidos de forma que atendam a demanda de cada município. Para a seleção das áreas, a Seduc fez um levantamento de informações em cada comunidade sobre as vocações econômicas das regiões.

 

"Os nossos cursos são de acordo com os perfis socioeconômicos de cada região. Assim, os alunos serão preparados para o mercado de trabalho de acordo com a demanda da sua localidade. Nós também fazemos convênios com instituições locais para estágios e vagas no mercado”, ressaltou a coordenadora do Ensino Profissionalizante da Seduc, Mari Eliza.

 

Agora, as equipes de cada escola estão em fase de seleção de professores e cargos técnicos. Serão ofertadas, em todas as unidades de ensino, as seguintes modalidades: Ensino Médio Integrado e Ensino Profissionalizante (Proeja, Concomitante, Subsequente e Fics – Formação Inicial e Continuada).

 

Sobe Catracas

NATHÁLIA FARIA, karateca amazonense

Do topo do ranking nacional de karatê, atleta chega à seleção brasileira da categoria de base pela terceira vez

Desce Catracas

ADONEI AGUIAR, prefeito de Curinópolis (PA)

Afastado do cargo por acusação de integrar esquema criminoso, STF negou pedido dele para retornar ao cargo