DeAmazônia

MENU
Atualizado em 30/12/2019

Wilson Lima lamenta morte de Arlindo Jr: 'Eternizado por seu legado'

Governador do Amazonas divulgou Nota de Pesar nas redes sociais

 Wilson Lima lamenta morte de Arlindo Jr: 'Eternizado por seu legado' Arlindo Junior faleceu neste domingo (Foto: Reprodução/Instagram)

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - O governador do Amazonas Wilson Lima lamentou, nas redes sociais, a morte do cantor Arlindo Júnior, o Pop da Selva. Em Nota de Pesar, Wilson prestou solidariedade à família e amigos. O ex-vereador, ex-levantador de toadas e ex-apresentador do boi-bumbá Caprichoso, morreu  na noite deste domingo (29/12), em Manaus, vítima de câncer.

 

Em seus perfis sociais, o governador chamou Arlindo de “ícone da cultura”. “Hoje, azul e vermelho se unem na dor. O Amazonas perdeu na noite deste domingo um grande artista e ícone da nossa cultura, o ex-vereador, ex-secretário de cultura e eterno levantador de toadas do Caprichoso, Arlindo Júnior. O nosso ‘Pop da Selva’ parte, mas fica eternizado por seu legado cultural, por sua voz e seu carisma. Minha solidariedade à família e amigos, que Deus conforte o coração de todos”, diz a nota.

 

Em agosto, Arlindo Júnior recebeu a Medalha Ruy Araújo, maior honraria do parlamento estadual, na Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM). Além de ser um expoente da cultura amazonense.

 

Aos 51 anos de idade, Arlindo lutava contra um câncer no pulmão desde 2016 e estava internado desde quinta-feira (26), no Hospital Samel, centro de Manaus, onde teve o quadro agravado e não resistiu.

 

O velório começa às 8h desta segunda-feira (30), no Centro de Convenções Vasco Vasques - ao lado da Arena da Amazônia. O sepultamento acontece nesta terça-feira (31/12). Local e hora ainda não foram definidos.

 

A Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa também divulgou nota de pesar. Veja abaixo, após a postagem do governador. 

 

NOTA DE PESAR DA SECRETÁRIA DE ESTADO DE CULTURA

A Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa manifesta profundo pesar pelo falecimento do cantor Arlindo Júnior, na noite deste domingo (29/12), em Manaus.

 

Nome forte do boi Caprichoso, Arlindo revolucionou a forma de apresentação das toadas e se tornou o “Pop da Selva”. “A Cultura do nosso estado perde mais um grande ícone. Além de extremamente talentoso, Arlindo foi um guerreiro. Nesse momento, presto toda a minha solidariedade à família, aos amigos e aos fãs”, destacou o secretário estadual de Cultura e Economia Criativa, Marcos Apolo Muniz.

 

Além da dedicação à música, Arlindo teve inserção na política local e acumulou passagens pelas secretarias estadual e municipal de Cultura.


O velório acontece no Centro de Convenções do Amazonas Vasco Vasques (CCAVV).

 

 

 

 

 

Sobe Catracas

FLÁVIA MOTA, jogadora de futebol

De Manacapuru (AM), atleta foi convocada pela CBF para disputar pela Seleção Brasileira Sub-20, o Sul-Americano, na Argentina

Desce Catracas

JAMILSON CARVALHO, prefeito de Anori (AM)

Juíza proibiu três escolas de samba da cidade de homenagear o prefeito, no Carnaval 2020, por caracterizar promoção pessoal, em ano eleitoral