Sábado, 08 de agosto de 2020

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 13/12/2019

Com 6 mil inscritos, Defensoria realiza concurso para servidores neste domingo (15)

Certame oferece vagas de nível superior e médio em municípios do interior do Amazonas

Com 6 mil inscritos, Defensoria realiza concurso para servidores neste domingo (15) Com 6 mil inscritos, Defensoria Pública realiza concurso para servidores neste domingo (Foto: Divulgação/DPE-AM)

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - A Fundação Carlos Chagas aplica, neste domingo (15/12), as provas do 2º concurso público para provimento de cargos do quadro de servidores auxiliares da Defensoria Pública do Estado (DPE-AM). O certame oferece dez vagas para Analista Jurídico e Assistente Técnico em sete municípios do interior do Amazonas, além de servir para formação de cadastro de reserva em outras duas cidades.

 

O concurso tem 6.129 inscritos. Para Coari, Lábrea, Manacapuru, Maués e São Gabriel da Cachoeira estão disponíveis uma vaga para Analista Jurídico (nível superior) e uma para Assistente Técnico (nível médio). Eirunepé e Iranduba terão cadastro de reserva para os dois cargos. A Defensoria planeja instalar novos polos de atendimento nos municípios em que as vagas são ofertadas.

 

A remuneração inicial para o cargo de Analista Jurídico, cujo candidato deve ser graduado em Direito ou Ciências Jurídicas, é de R$ 6 mil. Já para a função de Assistente Técnico, em que o candidato deve ter Ensino Médio completo, o salário é de R$ 3.531,95.

 

Locais de prova

As provas no próximo domingo serão aplicadas em dois turnos nos sete municípios com vagas e formação de cadastro de reserva, conforme opção indicada pelo candidato no momento da inscrição. O inscrito que não recebeu o cartão informativo até essa quinta-feira (12/12) pode consultar o local de prova no site da Fundação Carlos Chagas, que é a organizadora do concurso (http://bit.ly/ProvaDPEAM).

 

Pela manhã, acontece o exame para o cargo de Assistente Técnico. Os portões dos locais de prova serão fechados às 9h (horário de Manaus). O candidato deve chegar com, no mínimo, 30 minutos de antecedência, e só poderá deixar a sala de aplicação após duas horas do início da avaliação. A prova do cargo de Assistente Técnico terá duração de três horas.

 

Durante a tarde acontece a prova para Analista Jurídico, que terá duração de quatro horas. A aplicação começa às 14h (horário de Manaus) e o candidato também deve estar no local pelo menos meia-hora antes do início do exame.

 

Recomendações

A Defensoria Pública e a Fundação Carlos Chagas orientam os candidatos a levarem o cartão informativo, pois ele contém dados necessários para melhor orientação do candidato.

 

Somente será admitido à sala de provas o candidato que estiver portando documento de identidade original, como Carteiras de Identidade expedidas pelas Secretarias de Segurança Pública, pelas Forças Armadas, pelo Ministério das Relações Exteriores e pela Polícia Militar; Cédula de Identidade para Estrangeiros; Cédulas de Identidade fornecidas por órgãos públicos ou conselhos de classe que, por lei federal, valham como documento de identidade; Carteira Nacional de Habilitação em papel (com fotografia, na forma da Lei nº 9.503/1997); bem como carteiras funcionais expedidas por órgão público.

 

Outras dúvidas a respeito do concurso podem ser esclarecidas pelo Serviço de Atendimento ao Candidato (SAC) da Fundação Carlos Chagas no telefone (11) 3723-4388. O SAC funciona de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h (horário de Brasília).

Sobe Catracas

BOSCO SARAIVA, deputado federal (AM)

Foi nomeado pelo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, membro do Grupo de debate sobre pauta ambiental para o Brasil

Desce Catracas

NATHAN MACENA, prefeito do Careiro

Convidou toda a população para festa de inauguração de Centro de Covid e evento foi barrado pelo TCE, por infringir regras de prevenção