DeAmazônia

MENU
Atualizado em 12/12/2019

Morre fotojornalista Alexandre Fonseca, vítima de câncer, em Manaus

O prefeito de Manaus, Arthur Neto, divulgou nota de pesar, lamentando a morte do profissional

Morre fotojornalista Alexandre Fonseca, vítima de câncer, em Manaus Alexandre Fonseca, fotojornalista, faleceu em Manaus (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - O fotojornalista Alexandre Fonseca, 47 anos, faleceu na manhã desta quinta-feira (12), por volta das 10h30, em um hospital particular, localizado no bairro Adrianópolis, Zona Centro-Sul de Manaus. Alexandre, desde novembro, lutava contra um câncer. O velório acontece na tarde desta quinta-feira, (12), na sede da Casa Militar de Manaus, na avenida Padre Agostinho Caballero, Compensa, zona Oeste.

 

Natural do estado do Pará, Alexandre atuava em Manaus como fotógrafo e produtor cultural. Formado em Jornalismo e Gastronomia, Alexandre atualmente estava cursando Nutrição.

 

E no ano de 2012 venceu em primeiro lugar o Prêmio de Jornalismo Científico da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) na categoria Fotojornalismo. A imagem é o registro de cumprimento entre o antropólogo norte-americano Roy Wagner e o líder indígena Raimundo Kisibi Dessana.

 

O prefeito Arthur Virgílio Neto, em nome de todos os funcionário da Prefeitura de Manaus, lamenta profundamente o falecimento do fotógrafo e servidor público municipal Alexandre Fonseca.

 

“É sempre muito triste quando perdemos alguém tão querido e reconhecido por todos, não apenas em sua área de atuação. Faço questão de ressaltar a importância do trabalho da imprensa e de pessoas como o Alexandre, exímio fotógrafo, com visão sensível em suas imagens sobre a Amazônia e estremanente carismático”, externa o prefeito, manifestando, ainda, sua solidariedade à família.

 

Colega de profissão em grandes jornais e assessorias, o secretário municipal de Comunicação, Eric Gamboa, também lamenta a passagem do amigo. “Uma triste perda, sem dúvida, não apenas para o jornalismo, por ter um olhar singular sobre a região amazônica, mas para todos nós que convivemos com a pessoa calma e generosa, cheia de ideias e de bem com a vida, que era o Alexandre”, disse.

Sobe Catracas

YANA GADELHA, lutadora de MMA

Vinda do balé clássico, com apenas 10 meses de treinos, amazonense foi eleita "Revelação do Ano", no prêmio Osvaldo Paquetá, considerado o Oscar do MMA

Desce Catracas

JOCIONE SOUZA, prefeito de Novo Aripuanã

Justiça mandou ele pagar gratificações à professores municipais, atrasadas desde os anos de 2011 e 2012