DeAmazônia

MENU
Atualizado em 11/12/2019

Ministro da Infraestrutura anuncia para 2020 conclusão da BR-163 até Santarém

Em fevereiro, Tarcísio Gomes visitou a região já havia sinalizado possibilidade de conclusão total da rodovia; VÍDEO

Ministro da Infraestrutura anuncia para 2020 conclusão da BR-163 até Santarém Ministro Tarcísio Gomes em viagem pelo trecho não pavimentado da BR-163, no ParáMinistro Tarcísio Gomes em viagem pelo trecho não pavimentado da BR-163, no Pará (Foto: Foto: Ascom Ministério da Infraestrutura/Divulgação)

DEAMAZÔNIA SANTARÉM, PA - O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, prometeu que irá concluir, totalmente, após 40 anos, o asfaltamento da rodovia BR-163 (que liga o Rio Grande do Sul ao Pará) até 2020 no trecho até Santarém, no oeste do Pará. O ministro postou o vídeo com o anúncio nas redes sociais onde classificou o momento como “boas novas da infraestrutura”.

 

Gomes de Freitas afirmou ainda que o presidente Jair Bolsonaro irá inaugurar pessoalmente a rodovia, que possui fundamental importância para o escoamento da produção da parte paraense da Região Norte e norte da Região Centro-Oeste do Brasil.

 

A rodovia estava em obras desde os meados deste ano, no trecho entre os distritos de Moraes Almeida e Miritituba, em Itaituba, com 50 km de pavimentação executada pelo 8º Batalhão de Engenharia e Construção (8ºBEC). Os serviços foram entregues.

 

Tarcísio visitou a região em fevereiro, percorrendo a rodovia desde Cuiabá (MT) até Santarém (PA), conhecendo a realidade que caminhoneiros enfrentam durante o período de chuvas. Na ocasião, ele destacou o cronograma do Ministério.

 

Privatização

Durante a visita a Santarém, o ministro Tarcísio Gomes disse que há um estudo bastante adiantado para fazer a concessão da BR-163 até Mirituba, o que ele considera ser bom, porque libera recursos para o governo aplicar na Transamazônica, e no trecho até Santarém.

 

VEJA O VÍDEO PUBLICADO PELO MINISTRO TARCÍSIO GOMES

Tags:

Sobe Catracas

DELISSA VIEIRALVES FERREIRA, promotora de Justiça

Ação Civil Pública, em conjunto com a promotora Nilda Silva, derrubou na Justiça decisão da Seduc de militarizar Escola Tiradentes, em Manaus

Desce Catracas

RAYLAN BARROSO, prefeito de Eirunepé

Foi cobrado pelo MPF para fazer processo seletivo, pagar funcionários indigenas e regularizar merenda escolar