DeAmazônia

MENU
Atualizado em 05/12/2019

Campanha Dezembro Vermelho para prevenir HIV e Aids é lançada no AM

Governo do Estado vai distribuir mais de 1 milhão de preservativos masculinos e 7 mil femininos, na capital e interior; veja programação de palestras e testagem

 Campanha Dezembro Vermelho para prevenir HIV e Aids é lançada no AM Campanha para prevenir e diagnosticar HIV e Aids é lançada no Amazonas (Foto: Bruno Zanardo/Secom)

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - A Secretaria de Estado de Saúde (Susam) abriu, na noite desta quarta-feira (4/12), a campanha do Dezembro Vermelho, mês alusivo ao Dia Mundial de Luta contra a Aids (1º de dezembro). A programação inclui oferta de testagem, palestras, panfletagens, além da distribuição gratuita em todo o estado de 1.673.156 unidades de preservativos masculinos e 7.550 preservativos femininos.

A abertura oficial da campanha aconteceu no Largo de São Sebastião, no Centro de Manaus, com a iluminação em vermelho do Teatro Amazonas.

 

Com o slogan “Faça o teste! Viver sem dúvida é melhor”, a campanha busca dar maior visibilidade à importância do diagnóstico precoce e da adesão ao tratamento, além de incentivar práticas saudáveis para uma maior expectativa de vida.

Durante todo o mês de dezembro, a campanha se estenderá para os demais municípios do Interior do estado, com ações de prevenção e incentivo ao diagnóstico precoce do HIV e outras Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) para a população. 

 

Além da entrega de preservativos masculinos e femininos, serão distribuídas nas ações de conscientização mais de 13.000 unidades de material informativo, como flyers, cartazes e faixas. 

 

Mais acesso aos diagnósticos

A coordenadora estadual de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST/Aids) da Susam, Vanessa Homobomo, relembrou os avanços nas ações de sensibilização que ocorreram durante todo o ano de 2019. 

As campanhas de Carnaval, semana de diagnóstico precoce do HIV, as campanhas de outras ISTs, como hepatites e sífilis, além do diagnóstico precoce do HIV, que foi descentralizado com a ampliação da oferta de testes rápidos em três novos Centros de Testagem e Aconselhamento (CTAs), inaugurados ao longo de 2019, foram citados pela coordenadora durante a abertura.

 

“Esse mês de dezembro é só mais uma fatia de um trabalho que é feito durante o ano inteiro. As UBSs já ofertam essa testagem para a população, e a gente inaugurou mais três Centros de Testagem e Aconselhamento para a população, em regiões estratégicas na cidade. A gente ainda precisa avançar em como nos comunicar melhor com os jovens, e a parceria com os municípios será primordial para isso”, ressaltou a coordenadora.

 

Centros de Testagem

A Susam tem CTAs na Fundação de Medicina Tropical Dr. Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD), no Centro de Atenção Integral à Melhor Idade (Caimi) Ada Viana, na Policlínica Gilberto Mestrinho e na Policlínica Colônia Antônio Aleixo.

 

Até outubro, os três CTAs realizaram 7.396 testes rápidos, sendo que 61 deram positivo para HIV, 110 para sífilis e 19 para hepatites virais. Em todos, os casos positivos os pacientes receberam orientações e foram encaminhados às unidades para tratamento.

 

De acordo com a enfermeira da Coordenação Estadual de IST/Aids e Hepatites Virais, Evelyn Campelo, a procura pelos testes nos CTAs tem sido alta desde o início de suas atividades. 

 

“As pessoas têm procurado bastante as unidades, o que é muito bom, porque mostra que nosso objetivo está sendo alcançado, que é o de conscientizar a população da importância do diagnóstico precoce para HIV, sífilis e hepatites B e C”.

 

Casos registrados

De acordo com o Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), em 2019, no período de janeiro a setembro, foram notificados 1.137 novos casos de HIV em todo o estado do Amazonas. Destes, 846 foram notificados no município de Manaus, representando 74% dos casos. A faixa etária mais acometida, segundo as notificações, é de 20 a 34 anos de idade.

 

“Quanto mais rápido o diagnóstico, mais eficientes serão nossas políticas de combate ao HIV/Aids e tratamento da doença para a quebra do ciclo de transmissão”, diz Evelyn Campelo, ressaltando que a campanha servirá para divulgar os serviços.

 

Tratamento

A rede pública de saúde em Manaus possui sete unidades, distribuídas nas diferentes zonas da cidade, para acompanhamento das pessoas vivendo com HIV/Aids, sendo seis Serviços de Assistência Especializada (SAE) localizados na Fundação de Medicina Tropical; Fundação Alfredo da Mata; Policlínica Doutor Antônio Comte Telles, no São José;  Policlínica Raimundo Franco de Sá, no Alvorada; Policlínica Dr. Antônio Reis, no São Lázaro; e Policlínica Cardoso Fontes, no Centro, além da  Unidade Básica de Saúde (UBS) Arthur Virgílio  Filho, no bairro Novo Aleixo.

 

No interior, os municípios de Parintins, Tabatinga, Tefé, Coari, Itacoatiara, Benjamin Constant e Maués também contam com SAE. Nos demais municípios, os pacientes contam com o suporte das UBS’s e, para atendimento de alta complexidade, é encaminhado para a FMT-HVD, unidade de referência que atende a toda a demanda do estado.

 

Confira a programação do Dezembro Vermelho:

Quinta-feira (5/12)

8h às 15h: Oferta de Testagem de HIV para a população

Local: Ambulatório da Fundação de Medicina Tropical (FMT-HVD) 

 

Fórum Amazonas OSC/AIDS e Comitê TB/AM

Panfletagem e oferta de Testagem de HIV para a população.

Local: Policlínica Cardoso Fontes

 

Sexta-feira (6/12)

9h: Palestra de acolhimento e adesão ao tratamento das pessoas vivendo com HIV

Local: Ambulatório da Fundação de Medicina Tropical (FMT-HVD)

 

Dia 10 de dezembro

17h às 20h: Oferta de Testagem de HIV para a população em horário estendido

Local: Ambulatório da Fundação de Medicina Tropical (FMT-HVD)

 

Dia 11 de dezembro

9h: Seminário de Políticas Públicas para Pessoas em Situação de Rua, realizado pelo Comitê Intersetorial de Políticas Públicas para Pessoas em Situação de Rua

Local: Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam)

Sobe Catracas

ANA PAULA DE MEDEIROS, juíza de Direito

2ª Vara do Tribunal do Júri de Manaus, da qual é titular, superou principais metas do CNJ, entre elas o julgamento de processos de feminicídio 

Desce Catracas

GANDOR HAGE, ex-prefeito de Prainha (PA)

Justiça Federal bloqueou mais de R$ 200 mil em bens dele por desvio de verba, destinada ao combate à miséria no município