Terça, 11 de agosto de 2020

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 29/11/2019

Governo anuncia volta de exames de tomografia para o Baixo Amazonas

Municípios de Parintins, Nhamundá, Barreirinha, Boa Vista do Ramos, Maués e parte do estado do Pará voltarão a receber exames complexos de radioimagem

Governo anuncia volta de exames de tomografia para o Baixo Amazonas Governo do Estado anuncia a volta de exames de tomografia para atender população carente do Baixo Amazonas (Foto: Divulgação)

DEAMAZÔNIA PARINTINS, AM - Os municípios de Parintins, Nhamundá, Barreirinha, Boa Vista do Ramos, Maués e parte do Pará (Faro, Terra Santa e Juruti), todos localizados na região do Baixo Amazonas, voltarão a ser beneficiados com a realização de exames complexos como tomografia e ecodoppler (ultrassonografia com doppler colorido) e demais serviços de radioimagem.

 

O anúncio foi feito pelo governo Wilson Lima, por meio do Secretário da Susam, Cássio Roberto Espírito Santo, no programa Caldeirada, da Rádio Tiradentes, na manhã desta sexta-feira (29/11), para a apresentadora Márcia Baranda.

 

Durante entrevista o Secretário anunciou que o Governo do Estado está implementando ações de saúde no município desde o mês de junho quando deixou todos os equipamentos nos hospitais.

 

“Transferimos recursos substanciais do Fundo de Turismo (FTI) para o município e agora estamos implantando o serviço de análise de imagem que é necessário para a região. Esse serviço sempre existiu e deixou de funcionar nas ultimas gestões e agora estamos retomando”, anunciou.

 

De acordo com o Secretário, a Clínica de Diagnóstico por Imagem de Parintins, firmará convênio com a Secretaria Estadual de Saúde(Susam) para fomentar o serviço de radiologia. 

 

Informou que a dispensa de licitação está sendo feita com toda lisura, de forma paralela ao processo licitatório para a contratação do serviço de radioimagem, até então inexistente no município de Parintins. 
 


O contrato inclui exames complexos, como tomografia e ecodoppler (ultrassonografia com doppler colorido), todos essenciais para o diagnóstico e para conferir ao município de Parintins maior resolutividade médica em casos complexos. 

 

 “Apesar de ter um teto de valor que é o que mais as pessoas estão comentando e preocupadas o Estado vai pagar apenas o que for realizado. Será um serviço regulado, os médicos da rede do município de Parintins e do entorno, eles que vão solicitar e assinar e vai ser tudo controlado, ressaltou.

 

A decisão do governo de atender o Baixo Amazonas vai reduzir as transferências aéreas para a capital, Manaus. 

 

“Com a oferta dos serviços, os pacientes que necessitam de exames de imagem não precisam se deslocar até a capital”, declarou o secretário, demonstrando toda a sensibilidade do Governador Wilson Lima de melhorar a qualidade da saúde para a população dessa região. 

 

“Então agora as pessoas vão poder fazer os exames em Parintins, isso é importante porque reduz os gastos com TFD (Tratamento Fora do Domicílio). A gente que é do interior do Amazonas conhece as dificuldades quando alguém tem que ir a Manaus e nas unidades de Saúde para conseguir o atendimento. Então é uma maneira de beneficiar a população do Baixo Amazonas”, enfatizou.

 

De acordo  com informações da direção do Hospital Padre Colombo, existe em média de 3 a 4 solicitações de Tomografia no Hospital Padre Colombo por dia, pacientes de Parintins e provenientes de outros municípios do Baixo Amazonas ( Barreirinha, Nhamundá, Boa Vista do Ramos) e do Estado do Pará ( Juruti, Faro e Terra Santa). Pacientes estes atendidos na Emergência e pacientes Internados.

 

A CDI atua em Parintins há 13 anos prestando serviços de radioimagem de última geração. O proprietário é o médico parintinense e radiologista Francisco Cardoso que atua na área há cerca de 30 anos. 

 

Desde o governo de José Melo, Parintins não era atendida com exames complexos porque foi cortado o convênio por questões políticas com a única clínica que dispõe desse tipo de atendimento, a Clínica de Diagnóstico por Imagem de Parintins (CDI).

Sobe Catracas

MARCIA PERALES, presidente da FAPEAM

600 projetos de pesquisa e inovação de professores de Manaus e interior do Estado foram aprovados, com aumento de 22% relacionados a 2019

Desce Catracas

JOSUÉ NETO, presidente da ALE/AM

Após repercussão negativa de boicote ao governo, teve que recuar, pedir trégua e destravar pautas