DeAmazônia

MENU
Atualizado em 29/11/2019

Bolsonaro acusa DiCaprio de pagar para 'tacar fogo' na Amazônia

Não há comprovação de que ONGs financiadas pelo ator tenham envolvimento na série de queimadas

Bolsonaro acusa DiCaprio de pagar para 'tacar fogo' na Amazônia Ator norte-americano Leonardo DiCaprio(Reprodução/Instagram)

Em sua live semanal feita às quintas-feiras no Facebook, Jair Bolsonaro falou sobre os incêndios que tomam conta da floresta Amazônica há meses. Ele endossou o comentário feito pelo seu filho, o deputado Eduardo Bolsonaro, que sem provas, acusou as ONGs pelas queimadas e ainda culpou o ator norte-americano Leonardo DiCaprio por fazer doações à entidades que lutam pela preservação da floresta.

 

Na sua lógica de homem perseguido por todos, Bolsonaro disse que as organizações não-governamentais estariam comprando e divulgando fotos forjadas dos incêndios para receber doações e fazer campanhas "contra o Brasil".

 

"Uma ONG ali pagou R$ 70 mil por uma foto fabricada de queimada", disse. "O que é mais fácil? 'Toca' fogo no mato. Tira foto, filma, manda para a ONG, a ONG divulga, entra em contato com o Leonardo DiCaprio e o Leonardo DiCaprio doa US$ 500 mil para essa ONG. Leonardo DiCaprio, você está colaborando com as queimadas na Amazônia", acrescentou.

 

Em sua página nas redes sociais, o deputado Eduardo Bolsonaro disse que o ator doou “USD 300.000 para a ONG que tocou fogo na Amazônia”. Ele se refere à WWF-Brasil, que rebateu as ilações e negou que Leonardo DiCaprio tenha doado dinheiro à entidade.

 

As declarações de Bolsonaro e de seu filho, Eduardo Bolsonaro, foram para surfar na prisão sem provas de ambientalistas que atuam para apagar o fogo na região de Alter do Chão, no Pará. Na live, Bolsonaro também falou sobre as prisões: “A casa caiu”, afirmou.

 

No entanto, os quatro brigadistas que foram alvo da Operação Fogo Sairé, da Polícia Civil do Pará, foram colocados em liberdade por determinação da Justiça.

 

 

 
 

Sobe Catracas

LUIZ PACHECO, presidente da Escola de Samba Aparecida

Escola de Samba Mocidade Independente de Aparecida foi campeã do Carnaval de Manaus 2020

Desce Catracas

VILSON GONÇALVES, prefeito de Aveiro (PA)

Virou alvo da Justiça em processo criminal acusado de recolher ICMS de mercadoria para exportação sem comprovar para Sefa saída do produto