DeAmazônia

MENU
Atualizado em 27/11/2019

LEÃO AZULAY # Os novos tempos

LEÃO AZULAY # Os novos tempos Leão Azulay, publicitário

Cada ser humano é um testemunho do seu tempo. Testemunha as transformações que ocorrem durante a vida. Cada um de nós, assim, acaba tendo a sensação de que as coisas mudaram tanto que é impossível não dizer "no meu tempo", "antigamente" e "como as coisas mudaram". Na verdade o mundo sempre se transforma. Minha geração é a que viveu a magia e a realidade. As descobertas científicas nos deram milagres inimagináveis.

 

Hoje sabe-se de tudo. Podemos assistir a tudo em qualquer lugar e a mesma hora com essa caixinha preta que cabe na palma da mão. O celular. Com essa caixa mágica falo, fotografo, copio, escuto, obtenho informações, até consultas médicas já se faz com o celular. Há um conceito que nos governa. Chama-se rede. Chama-se internet. Expandiu-se tanto, que o limite é o infinito.

 

Tudo nos é disponível, que não sabemos mais o que é a verdade verdadeira. Não somos nós que a controlamos, ela é que nos controla. Até os sentimentos mudaram. Tristeza, ódio, amor, violência hoje são coisas virtuais.

 

Dentro disso os direitos individuais, o direito a privacidade virou ficção. Ninguém é mais solitário. Vivemos permanentemente seguidos, obcecados por cada segundo de tudo. Tudo virou uma mercadoria de consumo.

 

 A minha geração tinha de cabeça algum testemunho, essa geração da tecnologia do mundo virtual,  nem sabe mais o que é testemunho. Só vale se o celular gravou, filmou ou fotografou.... Não vai ter fim.

 

*O auto é publicitário*

Sobe Catracas

RUI MACHADO, artista plástico

Recebeu comenda da Ordem do Mérito Legislativo da Aleam, em reconhecimento por trabalho com coisas da Amazônia

Desce Catracas

RONALDO TABOSA, vereador de Manaus

Pela quarta vez, teve mandato cassado pelo TRE/AM, dessa vez, por infidelidade partidária com o PP