DeAmazônia

MENU
Atualizado em 26/11/2019

Ufam nomeia 32 novos técnico-administrativos em educação

Lista com aprovados em concurso foi divulgada nesta segunda-feira (25); confira

Ufam nomeia 32 novos técnico-administrativos em educação

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - A Universidade Federal do Amazonas (Ufam) nomeou 32 candidatos aprovados nos concursos para técnico-administrativos em Educação (TAE’s) referentes aos editais 044.2019 - TAE - Nv. Méd. e 045.2019 - TAE - Nv. Sup. A lista com os nomeados foi divulgada nesta segunda-feira (25/11) e pode ser consultada no Diário Oficial da União (DOU) ou ao fim desta postagem.

 

Orientações para a posse

A pró-reitora de Gestão de Pessoas em exercício, administradora Tereza Cristina Borges Pinheiro, orienta os candidatos quanto aos preparativos para a posse. A partir da publicação da nomeação no DOU, os candidatos têm até 30 dias para tomar posse. Para tanto, precisam apresentar um rol de documentos.

 

A Progesp disponibiliza o link Check list para a posse  para facilitar a compreensão dos documentos necessários para a posse. Além de reunir a documentação, os candidatos precisam preencher formulários internos, os quais estão disponíveis no link Formulários.

 

Quando estiverem com os documentos reunidos, incluindo o laudo do Subsistema Integrado de Atenção à Saúde do Servidor (SIASS), cujo agendamento da perícia pode ser realizado diretamente na Unidade SIASS da Ufam, via e-mail [email protected] ou pelos telefones (92) 33051181/ Ramal 4228 ou 9 9318 3254, os candidatos nomeados deverão realizar agendamento para a posse no link Agendamento Reservio, acessando  a Agenda Tipo 3 - Coord. de Recrutamento e Seleção - CRS/DDP.

 

Integra Ufam

O Integra Ufam, curso de acolhida aos novos servidores, será realizado no primeiro semestre de 2020.

Sobe Catracas

ANA PAULA DE MEDEIROS, juíza de Direito

2ª Vara do Tribunal do Júri de Manaus, da qual é titular, superou principais metas do CNJ, entre elas o julgamento de processos de feminicídio 

Desce Catracas

GANDOR HAGE, ex-prefeito de Prainha (PA)

Justiça Federal bloqueou mais de R$ 200 mil em bens dele por desvio de verba, destinada ao combate à miséria no município