DeAmazônia

MENU
Atualizado em 11/10/2016

Biel é investigado pelo Ministério Público por assédio sexual

Biel é investigado pelo Ministério Público por assédio sexual

Um dia após fazer um acordo judicial em que terá que pagar R$ 4,4 mil para uma instituição de caridade, o funkeiro Biel agora vai ter que enfrentar o Ministério Público em uma denúncia de assédio sexual.

 

De acordo com jornal "Extra",  o acordo que foi feito nesta segunda, 10, foi referente ao processo de injúria contra Biel.

 

O relatório do inquérito de assédio sexual contra a repórter Giulia Pereira foi enviado na sexta-feira, 7. A advogada de Giulia, Ana Paula Cortez, disse que a cliente ficou aliviada com a decisão do MP.

 

"É uma pena branda, mas infelizmente é a legislação. Ela está tranquila e aliviada. Vamos começar de novo daqui para frente, esperando que isso tenha sido uma lição para a vida de Biel, pois ele é um profissional que forma opiniões", declarou.

 

Ela ainda revelou que Giulia vai processar o Portal IG, onde trabalhava, por ter sido demitida 15 dias após a denúncia.

A TARDE UOL

Tags:

Sobe Catracas

WILSON NOGUEIRA, jornalista e escritor

Lançou livro "Ecossistema da Comunicação" em Parintins, sua cidade natal, e anunciou doação de 1,6 mil exemplares para Biblioteca Municipal

Desce Catracas

BETO D'ANGELO, prefeito de Manacapuru

População protestou contra caos na saúde pública e pede que ele contrate médicos qualificados e tome providências sobre estrutura do Hospital