Segunda, 01 de março de 2021

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 22/09/2016

Após prisões em operação, novo anestesista e novo diretor chegam a Tabatinga

Após prisões em operação, novo anestesista e novo diretor chegam a Tabatinga O secretário de saúde do Estado do Amazonas, Pedro Elias, disse que o objetivo principal é garantir os atendimentos no município. foto: divulgação

MANAUS,AM - Um novo anestesista e um novo diretor chegaram a Maternidade Enfermeira Celina Villacrez Ruiz, no início da noite desta quarta-feira (21), no município de Tabatinga (a 1.108 quilômetros de Manaus), após a prisão da antiga anestesista e diretora da unidade hospitalar, identificada como Pauline Campos, durante a Operação “Maus Caminhos”, deflagrada na última terça-feira (20) pela Polícia Federal, Controladoria Geral da União e Receita Federal.

 

De acordo com o secretário de saúde do Estado do Amazonas, Pedro Elias, os profissionais foram para Tabatinga para atender uma determinação da Justiça e tranquilizar a população e profissionais da área da saúde que trabalham no município.

 

“O objetivo principal, além de cumprir com a determinação da Justiça, é garantir a continuidade dos atendimentos e tranquilizar a população e dos profissionais que ali atuam. Até que possamos tomar as medidas administrativas definitivas que estão sendo decididas pela Justiça Federal”, declarou.

 

Operação da Polícia Federal
A anestesista Pauline Campos foi presa na operação “Maus Caminhos’”, deflagrada na última terça-feira (20), mas foi liberada por algumas horas em Tabatinga para realizar procedimentos cirúrgicos por conta da ausência de profissionais na cidade.

 

A Maternidade Enfermeira Celina Villacrez Ruiz é uma unidade de saúde gerenciada pela Secretaria de Estado de Saúde (Susam) em parceria com a organização social “Instituto Novos Caminhos”, investigada durante o processo.

Acrítica.com/ Rafael Seixas

Tags:

Sobe Catracas

MARIVELTON BARROSO, líder da etnia Baré

Venceu prêmio internacional da Revista Vanity Fair, que homenageia personalidades que mais se destacam pelo mundo, com projetos inovadores de turismo suntentável

Desce Catracas

DILMA SERRÃO, ex-prefeita de Belterra (PA)

TCU reprovou as contas e condenou ex-prefeita a devolver R$ 100 mil ao MEC, por não comprovar recursos do FNDE, recebidos em 2015