DeAmazônia

MENU
Atualizado em 16/09/2016

Funcionários da Prefeitura de Parintins estariam sendo coagidos a votar em Márcia Baranda

Funcionários da Prefeitura de Parintins estariam sendo coagidos a votar em Márcia Baranda Alexandre da Carbrás

DEAMAZÔNIA PARINTINS, AM - Publicamente o prefeito de Parintins, Alexandre da Carbrás (PSD) não apoia nenhum candidato a prefeito, mas nos bastidores ele escancarou as postas da prefeitura em adesão à campanha da candidata a prefeita pelo PMDB, Márcia Baranda. Em Parintins, secretários municipais estão coagindo funcionários a votar na empresária, revelaram fontes.

 

O secretário de Obras, Luciano Saraiva reuniu há poucas semanas com o funcionários do mercado e teria feito duras recomendações a eles pelo voto a empresária.

 

Na quarta-feira (14), idosos que participam do programa da Melhor Idade, do Bairro São Benedito, foram, como de costume, no clube Mangueirão para as atividades de ginástica e chegando lá se depararam com uma reunião organizada por representantes da prefeitura com a presença de Márcia. A reunião era com a participação deles, relataram dois integrantes do programa ao portal de Amazônia.   

 

Pior é na secretária de Saúde onde as pressões seriam mais incisivas e que partem diretamente do comando da pasta.

 

Na Prefeitura, Alexandre da Carbrás comanda com mão de ferro seus secretários e qualquer ação ou medida só ocorre se a ordem partir diretamente dele.

 

Os principais candidatos a vereador aliados do prefeito fazem campanha direta para Márcia Baranda. Ontem, na sessão da Câmara, o irmão de Márcia, o vereador Ray Cardoso Cabeça fez vários comentários elogiosos a gestão de Carbrás.

 

Essa movimentação na Prefeitura causa estranhesa. Alexandre é aliado do senador Omar Aziz, enquanto que Márcia é apoiada pelo senador Eduardo Braga.

DEAMAZÔNIA.COM.BR

[email protected]

92 99229 8831 WhatsApp

Tags:

Sobe Catracas

ALFREDO MENEZES, coronel reformado do Exército

Assumiu a superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), nomeado pelo presidente Bolsonaro

Desce Catracas

DOCA ALBUQUERQUE, prefeito de Terra Santa

Justiça Eleitoral cassou (primeira instância) mandato dele de prefeito por abuso de poder econômico nas Eleições de 2016