DeAmazônia

MENU
Atualizado em 13/09/2016

Posso fazer política de cabeça erguida, afirma Luiz Castro

Posso fazer política de cabeça erguida, afirma Luiz Castro

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - Fé, educação e trabalho. Estes são os pilares que nortearam uma reunião com jovens, professores e outros profissionais e o prefeiturável Luiz Castro, da coligação Sim, é possível. Acompanhado do vice na chapa, Aglei Júnior, e do candidato a vereador Júnior Brasil, Castro falou da satisfação de fazer política de cabeça erguida.


“Podemos falar que vamos sim trabalhar para a população porque não estamos aliados a caciques nem com partidos envolvidos na Lava Jato. Nosso compromisso é com a sociedade manauara”, assinalou Luiz Castro.


Durante a reunião, comandada pela professora Darlem Lúcia e a psicóloga Keyla Solano, os moradores da Cidade Nova puderem questionar os candidatos em relação às propostas para educação, esporte, lazer e cultura.

 


Luiz Castro assinalou que uma gestão responsável e moderna tem a assinatura da transversalidade. A educação, além de elevar o nível intelectual, também contribui para amenizar a violência e ajuda na saúde da população.

 


“Em nossas propostas, temos o Projeto Florescer, que é a utilização do contraturno. Mesmo não tem aula, a escola ficará aberta para a população e os estudantes poderão usar as quadras, praticar esportes, receber aulas extras e até fazer cursos. Sim, é possível”, salientou.


Luiz Castro explicou que o investimento vai gerar renda para universitários, com estágios supervisionados, a possibilidade do primeiro emprego e ainda tirar crianças e, especialmente, os jovens das ruas, onde o risco de ser assediado por bandidos é maior.


“O momento do ócio é quando o jovem fica mais vulnerável. Além disso, ter alunos dentro da escola dá mais liberdade para que a mãe possa trabalhar, sabendo que seu filho está em atividade”, finalizou Luiz Castro. 

 

 

Assessoria de Comunicação
Deputado estadual Luiz Castro (Rede Sustentabilidade)

Tags:

Sobe Catracas

CLEINALDO COSTA, reitor da UEA

Nos últimos meses, Universidade abriu número expressivo de vagas para cursos e concursos públicos

Desce Catracas

MANO DADAI, vereador de Santarém (PA)

Justiça condenou ele a perda do mandato e oito anos de prisão, na Operação Perfuga, por associação criminosa e peculato