DeAmazônia

MENU
Atualizado em 09/07/2016

Em parceria com o Ibama, MPE/AM ajuíza 10 ações civis públicas, em Parintins

Em parceria com o Ibama, MPE/AM ajuíza 10 ações civis públicas, em Parintins

DEAMAZÔNIA PARINTINS, AM  - No último dia 6 de julho, a 1ª Promotoria de Justiça de Parintins ajuizou 10 ações civis públicas na área ambiental contra pessoas físicas e jurídicas que transportaram e armazenaram material vegetal sem o Documento de Origem Florestal – DOF.

 

As ações foram ajuizadas com base em procedimentos e autos de infrações lavrados pelo IBAMA e buscam a condenação dos infratores ao pagamento de indenização a título de danos morais coletivos e danos materiais, pelo transporte e armazenamento de madeiras serradas e em tora.

 

Em março deste ano, após reunião entre o Superintendente do IBAMA no Amazonas, Mário Lúcio da Silva Reis, o Chefe do Escritório Regional do IBAMA em Parintins, Joel Bentes de Araújo Filho, e o Promotor de Justiça com atribuição em matéria ambiental, Flávio Mota Morais Silveira, ficou acordado entre os presentes a adoção de rotinas e procedimentos para otimizar a atuação dos órgãos, sendo que o ajuizamento das ações coletivas é um reflexo dessa atuação integrada.

 

Sistema DOF

O Documento de Origem Florestal – DOF, instituído pela Portaria n° 253, de 18 de agosto de 2006, do Ministério do Meio Ambiente, representa a licença obrigatória para o controle do transporte de produto e subproduto florestal de origem nativa, inclusive o carvão vegetal nativo, em substituição à Autorização de Transporte de Produtos Florestais (ATPF).

 

O DOF acompanhará, obrigatoriamente, o produto ou subproduto florestal nativo, da origem ao destino nele consignado, por meio de transporte individual: rodoviário, aéreo, ferroviário, fluvial ou marítimo.

 

O transporte ou o armazenamento do produto ou subproduto florestal nativo sem o respectivo Documento de Origem Florestal acarreta a responsabilização administrativa, cível e criminal do infrator.

Tags:

Sobe Catracas

NATHÁLIA FARIA, karateca amazonense

Do topo do ranking nacional de karatê, atleta chega à seleção brasileira da categoria de base pela terceira vez

Desce Catracas

ADONEI AGUIAR, prefeito de Curinópolis (PA)

Afastado do cargo por acusação de integrar esquema criminoso, STF negou pedido dele para retornar ao cargo