DeAmazônia

MENU
Atualizado em 12/11/2019

Governo e Ministério do Turismo lançam barco-hotel para o interior do AM

Medida beneficia turistas que viajam para cidades como Parintins, Barcelos, Borba, Novo Airão

Governo e Ministério do Turismo lançam barco-hotel para o interior do AM Governo do Amazonas e Ministério do Turismo lançam tipologia de barco-hotel como meio de hospedagem (Fotos: Bruno Zanardo e Diego Peres/Secom/Divulgação)

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - O governador do Amazonas, Wilson Lima, e o secretário Nacional de Desenvolvimento e Competitividade do Turismo, Aluizer Malab, lançaram, na tarde desta segunda-feira (11/11), a tipologia de barco-hotel como meio de hospedagem no programa Cadastur (Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos), coordenado pelo Ministério do Turismo (Mtur).

 

A medida beneficia turistas que se deslocam para cidades como Parintins, Barcelos, Borba, Novo Airão, entre outros municípios, onde participam dos principais festejos culturais e religiosos, uma vez que a capacidade hoteleira nas comunidades não supre a demanda dos visitantes, que optam por se hospedar em barcos-hotéis.

A inclusão do barco-hotel foi um pleito levantado Governo do Estado, por meio da Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur) e referendado pelo Mtur, após a empresa apresentar nota técnica destacando a importância do meio de hospedagem para o desenvolvimento do setor.

 

Em cerimônia realizada no rio Negro, a bordo do navio Rio Negro Queen, o governador Wilson Lima entregou os certificados aos operadores do trade, que atuam com barcos-hotéis no turismo amazonense e destacou a importância da certificação para o segmento no estado.

 

“Mais do que um sonho, é uma necessidade do estado do Amazonas, uma vez que isso já acontece naturalmente, das pessoas utilizarem as embarcações como meio de hospedagem. Hoje nós estamos recebendo aqui o representante do Ministério do Turismo, dando essa tipologia, e isso vai ser muito importante para quem trabalha nessa atividade, para o operador de turismo, para alguns destinos em que isso já acontece efetivamente, como é o caso, por exemplo, de Parintins, onde nós temos a maior quantidade de visitantes hospedados em embarcações”, afirmou o governador.

 

O secretário Nacional de Desenvolvimento e Competitividade do Turismo, Aluizer Malab, destacou a importância do Amazonas para o turismo nacional e o impulsionamento de iniciativas novas para o setor dentro da Amazônia.

 

“Desde a nossa chegada esse ano junto ao Ministério, essa demanda veio fortemente aqui do estado, e nós entendemos que isso é quase como um pedido de desculpas. Porque isso aqui não estava sendo reconhecido, com um trabalho tão 'premium'. Saio daqui muito mais feliz, sabendo que a embarcação também é produzida, que ela também é construída aqui. Então, a gente tem um serviço, a gente precisa ter mais descobrimento desse Brasil. Essa aqui é uma modalidade extremamente 'premium' de turismo, com pesca, com contemplação, com ecoturismo, e esse estado tão rico, que tem tanto a colaborar, dá mais um passo adiante, promovendo isso aqui”, disse Malab.

 

A diretora-presidente da Amazonastur, Roselene Medeiros, destacou o crescente número de empreendimentos turísticos e de prestadores de serviços turísticos do Amazonas devidamente cadastrados junto ao Ministério, dando ao estado e ao turista, maior segurança e confiabilidade.

 

“Isso aqui é a tipificação dentro do Cadastro Nacional. Então, na hora que está no cadastro, qualquer pessoa tem acesso. E nós, como órgão que promove o destino Amazonas, já promovemos esse barco-hotel, toda essa característica. Então, todo mundo pode ter acesso, buscar no seu agente de viagem que está aqui para todo mundo usufruir dessas belezas. Mas o importante é que está hoje no Cadastro Nacional dos Prestadores de Serviços Turísticos”, ressaltou a titular da Amazonastur.

 

Do Amazonas para o Brasil

Diferenciado do restante do país por integrar a maior bacia hidrográfica do planeta, o Amazonas possui dezenas de barcos de turismo que atuam como barcos-hotéis, todavia, não eram certificados como meio de hospedagem. Antes da certificação entrar em vigor em outubro deste ano, os barcos eram cadastrados como equipamentos turísticos das operadoras de turismo e como meio de transporte.

 

Durante a cerimônia, quatro agências de turismo que operam com barcos-hotéis receberam a certificação de meio de hospedagem. São elas: Amazônia Expeditions, Amazon Cliper Cruiser, Queen Amazônia e Juliana TUR Ltda.

 

Cadastur

Conforme o Ministério do Turismo, a participação no Cadastur é obrigatória para agências de turismo, meios de hospedagem, organizadoras de eventos, parques temáticos, transportadoras turísticas e também para os guias de turismo. Além disso, a iniciativa promove o ordenamento, a formalização e a legalização destes prestadores.

 

A maioria dos programas e ações do Ministério do Turismo voltados para os municípios e empreendedores, como o financiamento de projetos, exige o número do Cadastur. Além de garantir diversas vantagens e oportunidade de negócios, o programa também é uma importante fonte de consulta para o turista, com mais de 90 mil prestadores de serviços.

 

Sobe Catracas

LUIZ PACHECO, presidente da Escola de Samba Aparecida

Escola de Samba Mocidade Independente de Aparecida foi campeã do Carnaval de Manaus 2020

Desce Catracas

JOSÉ LUIZ FELÍCIO FILHO, presidente da MAP/Passaredo

Map Passaredo Linhas Aéreas deixou o trecho Parintins-Manaus-Parintins sem voos durante os três dias do Carnaval