Segunda, 10 de agosto de 2020

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 11/11/2019

Mais três comunidades rurais de Parintins recebem Água no Jirau

Arizona, Palmeiras e São Benedito, localizadas no rio Tracajá, foram beneficiadas com água potável

Mais três comunidades rurais de Parintins recebem Água no Jirau Mais três comunidades da zona rural são beneficiadas com o Água no Jirau (Fotos: Yuri Pinheiro/PMP)

DEAMAZÔNIA PARINTINS, AM - Realizado com recursos próprios da Prefeitura e apoio do SAAE, o programa Água no Jirau segue em expansão na zona rural de Parintins. Neste domingo (10/11), as comunidades Arizona, Palmeiras e São Benedito, localizadas no rio Tracajá, foram beneficiadas com o projeto.

 

Através do Água no Jirau, comunidades de terra firme estão recebendo poços artesianos, reservatórios e água encanada em todas as residências localizadas nas sedes.

 

Idealizador do projeto, o prefeito Bi Garcia enaltece a melhoria da qualidade de vida de moradores de localidades já beneficiadas. “Antes eles tinham que pegar água e tomar banho na beira do rio. Nós acabamos com esse passado e agora é uma realidade água potável para todos os moradores da região do Tracajá”, conta o prefeito.

 

A dona de casa Maria Acenildes, moradora do Arizona, enfatiza que o Água no Jirau proporcionou uma grande mudança na vida de todos os comunitários. “O momento mais difícil era pegar água lá no rio. Hoje não. Hoje nós temos a facilidade, graças ao nosso prefeito que colocou a água no nosso jirau. Para nós já é de suma importância”, frisa.

 

O presidente da comunidade Palmeiras, Aluilson Moutinho, faz um relato sobre as dificuldades enfrentadas para conseguir água antes da implantação do projeto da Prefeitura. “Quando fica só o igarapé, a gente tinha que usar cacimba. Quando chovia, a água ficava suja. A gente tinha que ir lá para a cabeceira pegar água no igarapezinho. Isso era muito ruim”, explica Aluilson.

Sobe Catracas

MARCIA PERALES, presidente da FAPEAM

600 projetos de pesquisa e inovação de professores de Manaus e interior do Estado foram aprovados, com aumento de 22% relacionados a 2019

Desce Catracas

JOSUÉ NETO, presidente da ALE/AM

Após repercussão negativa de boicote ao governo, teve que recuar, pedir trégua e destravar pautas