Sexta, 05 de junho de 2020

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 08/11/2019

Le Monde: “Decisão do STF é tapa na cara do ‘ex juizinho Moro’ ”

Lula Livre alcançou hoje (08) à tarde, o primeiro lugar do assunto mais comentados do mundo no Twitter

Le Monde: “Decisão do STF é tapa na cara do ‘ex juizinho Moro’ ” Ministro da Justiça, Sérgio Moro (Wilson Dias/Arquivo/Agência Brasil)

DEAMAZÔNIA BRASÍLIA - Os principais jornais e veículos da imprensa internacional repercutiram a soltura do ex-presidente Lula. O petista foi solto na tarde desta sexta-feira (08/11), após o STF derrubar, por 6 votos a 5 a prisão em 2ª instância.

 

Segundo o site Uol, o jornal francês Le Monde, que traz em sua manchete 'ex-presidente brasileiro Lula é libertado da prisão após mais de um ano e meio preso', cita na reportagem, que a libertação do ex-presidente Lula representa uma derrota para o ex-juiz da Lava jato e atual ministro da Justiça, Sérgio Moro.

 

"De qualquer forma, a decisão do STF é um tapa na cara do ministro da Justiça, Sérgio Moro, 'ex-juizinho' em Curitiba, que sentenciou Lula em primeira instância em 2017", destaca a reportagem do Le Monde.

 

Jornal diz ainda que a conduta de Moro na condução do processo do ex-presidente foi imparcial e menciona uma pesquisa do Data Folha em que 58 %dos brasileiros consideravam a conduta do ex juiz inapropriada.

 

O jornal francês também menciona as idas e vindas, da decisão do STF, sobre a decisão em segundo grau. "A Justiça brasileira é uma máquina complexa, cheia de engrenagens e capaz de criar surpresas, como já demonstrou muitas vezes", assinala a reportagem. Reportagem traz ainda o vazamento de áudios em matérias do The Interpect Brasil.

 

Já o site Terra destaca que, logo após a soltura do ex-presidente, a #LulaLivre alcançou às 16h30, o primeiro lugar na lista dos assuntos mais comentados do mundo no Twitter.

 

No Brasil, a expressão Lula Livre lidera o ranking dos trending topics há seis horas.

Sobe Catracas

RODRIGO FERNANDES, escritor paraense

Natural de Santarém, venceu concurso da Academia Paraense de Letras e Artes e obra dele ficou em 1º lugar na categoria 'Melhor Livro'

Desce Catracas

ALFREDO MENEZES, ex-superintendente da Suframa

Foi demitido após 1 ano e 3 meses à frente da autarquia, que enfrenta a por crise da história