Segunda, 23 de novembro de 2020

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 05/11/2019

Josué Neto reuniu com Amazonino, Braga e pegou 'não' do Governo

Os motivos que teria levado o presidente da ALE/AM a desistir de sair candidato a prefeito em 2020 seriam outros

Josué Neto reuniu com Amazonino, Braga e pegou 'não' do Governo Presidente da ALE/AM, Josué Neto (PSD).

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - O deputado Josué Neto (PSD), presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE/AM), atribuiu ao senador Omar Aziz (PSD) o motivo de sair da disputa pela Prefeitura de Manaus, em 2020, por não presidir um partido político. Omar é o presidente do PSD Estadual. Porém, nos bastidores o motivo da desistência do deputado seria outro. 

 

Josué não teria conseguido apoio político dos caciques amazonenses. Numa semana só, Josué Neto se encontrou com o ex-governador Amazonino Mendes; sentou à mesa com o senador Eduardo Braga; e depois reuniu-se com o vice-governador, Carlos Almeida.

 

A reunião com Almeida foi o estopim para que o presidente da Aleam desistisse de seu plano de sair candidato.

 

Em tom áspero, o vice-governador deu um ‘chega prá lá’ em Josué, afirmando que o deputado fazia jogo duplo. Ou seja, de manhã o deputado era governo e a noite conspirava, contra o governo.

 

Almeida, só reproduziu a Josué a mesma opinião de Wilson Lima, principalmente, depois que o governador e o vice ouviram o pronunciamento crítico do deputado na Assembleia, sobre a inauguração do Prosai/Maués.

 

A reunião com Carlos Almeida fez Josué desistir de sua pré-candidatura a prefeito para 2020, porque viu em ameaça dois projetos dele: a reeleição a presidência da Assembleia Legislativa e uma vaga de Conselheiro do TCE. Em ambos, precisa do apoio do governo.

 

O deputado Josué Neto ainda cai em contradição quando diz que só conseguiram se eleger a cargos executivos quem presidiu algum partido. É um discurso que também cai por terra. Amazonino já foi eleito duas vezes sem presidir legenda partidária. O caso mais recente foi a eleição suplementar para o governo, em agosto de 2017, quando o presidente do PDT/AM era e ainda é o ex deputado federal Hissa Abrahão.

CONTATO COM A COLUNA BASTIDORES |

(92) 99229 8831 - WhatsApp

[email protected]

 

 

Sobe Catracas

ERLON ROCHA, vereador eleito de Santarém

Empresário do ramo naval foi o vereador mais votado, em Santarém (PA), obtendo 4.397 mil votos.

Desce Catracas

ELIANA AMORIM, prefeita de Pauini

Mesmo proibido pela Lei Eleitoral, prefeita inicia demissão em massa de funcionários, em retaliação, após derrota na eleição