DeAmazônia

MENU
Atualizado em 02/11/2019

No Pará, segurança será reforçada para o Enem 2019

Governo mobiliza mais de 2 mil PMs para atuarem neste domingo (3)

No Pará, segurança será reforçada para o Enem 2019 Segurança será reforçada na Região Metropolitana de Belém e no interior do Estado.

DEAMAZÔNIA BELÉM, PA - A Polícia Militar do Pará, por meio do Departamento Geral de Operações (DGO), reforçou o efetivo que atuará no primeiro dia de provas do Enem 2019, na tarde deste domingo (3). Aproximadamente 2,2 mil policiais trabalharão de forma ostensiva e preventiva na Região Metropolitana de Belém e no interior do Estado, por meio do policiamento a pé, em motocicletas e viaturas.

 

A ampliação do número de agentes de segurança para o Enem foi definida em reunião com o comandante-geral da PM, coronel Dilson Júnior, de oficiais do alto comando da corporação e do DGO. A medida é necessária devido ao intenso fluxo de estudantes nas ruas das cidades que realizarão o exame nacional.

 

A Polícia Militar disponibilizará 282 viaturas, 357 motos e 1.437 homens para atuação no policiamento ostensivo. A PM ainda é responsável por 221 escoltas aos carros da empresa dos Correios, para garantir a segurança no trajeto das provas aos locais do Enem.

 

No total, 694 escolas, em 75 municípios paraenses, terão reforço de policiais militares. Os agentes estarão preventivamente nas ruas desde as primeiras horas de domingo, a fim de garantir a ordem pública e a segurança no acesso aos locais de prova e áreas de entorno, sobretudo para alunos e fiscais, e ainda para vendedores ambulantes e demais envolvidos na realização do exame, o qual garante aos aprovados vagas em instituições de ensino superior.

Sobe Catracas

CAROLINE BRAZ, secretária de Direitos Humanos do AM

Pela primeira vez, Amazonas aderiu a campanha nacional "Não é Não", contra o assédio, com ações por todo o estado no Carnaval 2020

Desce Catracas

VILSON GONÇALVES, prefeito de Aveiro (PA)

Virou alvo da Justiça em processo criminal acusado de recolher ICMS de mercadoria para exportação sem comprovar para Sefa saída do produto