DeAmazônia

MENU
Atualizado em 19/10/2019

TCE-AM na expectativa para evento receber o Selo Lixo Zero

Esta é a meta final do 2º Simpósio Internacional Sobre Gestão Ambiental e Controle de Contas Públicas

TCE-AM na expectativa para evento receber o Selo Lixo Zero TCE-AM promove o II Simpósio Internacional Sobre Gestão Ambiental e Controle de Contas Públicas.

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - Ser o primeiro evento certificado como “lixo zero” no Amazonas. Esta é a meta final do 2º Simpósio Internacional Sobre Gestão Ambiental e Controle de Contas Públicas, promoção do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas, e que termina neste sábado (19), no Centro de Convenções Vasco Vasques, em Manaus.


Para atingir o objetivo, desde o primeiro dia (quinta-feira, dia 17), o simpósio é acompanhado e auditado pelo Instituto Lixo Zero do Brasil, no Amazonas. A primeira medida preparatória foi realizada juntamente aos alunos do Instituto Federal do Amazonas (Ifam), entidade parceira do TCE-AM, na qual os estudantes atuaram como agentes orientadores, explicando a todos os setores envolvidos na administração e realização do evento, sobre o descarte correto dos resíduos.

Com o início do evento, foi a vez da equipe de estudantes e especialistas da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) realizar a coleta e pesagem dos resíduos, avaliando a quantidade do material que pode ser reaproveitado e o que é rejeito. 

 

“Ao final do Simpósio, se 90% dos resíduos forem reaproveitados para reciclagem ou compostagem e, apenas 10% forem destinados ao aterro, o evento receberá o Selo Lixo Zero”, disse o biólogo, especialista em ecologia e embaixador do Instituo Lixo Zero Brasil, no Amazonas, Daniel Santos.

Para a conselheira-presidente do TCE-AM, Yara Lins do Santos, a conquista é inédita para toda a sociedade. “Estamos muito otimistas, pois esta é uma das metas do evento. Torná-lo totalmente sustentável agora e com resultados práticos no futuro, pois 20% dos resíduos orgânicos que virarem compostagem serão utilizados, no próprio jardim do Tribunal, como adubo orgânico”, declarou.

O Selo Lixo Zero vem credenciar empresas, instituições e eventos que aproveitem corretamente os resíduos recicláveis e, assim, reduzam o que é jogado nos aterros sanitários ou destinados à incineração.



AGENDA AMBIENTAL
A proposta de transformar o Simpósio em um evento “Lixo Zero” faz parte da projeto A3P, agenda ambiental da administração pública, estabelecida pelo Ministério do Meio Ambiente, e adotada pelo Tribunal de Contas do Amazonas, desde julho deste ano, por iniciativa da conselheira-presidente Yara Lins dos Santos.


Dividido em seis eixos de atuação, o A3P determina dois princípios que estão sendo aplicados no seminário: a gestão adequada dos resíduos gerados e a sensibilização e capacitação dos servidores.

 

“Trabalhamos de forma árdua para levar a conscientização não apenas para os servidores, mas também para os participantes e convidados do evento. Exemplo desta política foi distribuição de copos reutilizáveis para evitar o uso de copos descartáveis e a reciclagem imediata de todas as garrafas de plástico usadas, disse a presidente do TCE-AM, Yara Lins dos Santos.

@pw_instagram

Sobe Catracas

RONAN MARINHO, artista parintinense

Idealizado por ele, projeto de animação audiovisual infantil, dos bois Garantido e Caprichoso, em formato Kids, será lançado em dezembro

Desce Catracas

HERIVÂNEO SEIXAS, prefeito de Humaitá

Concurso público da Prefeitura foi suspenso pela Justiça, após contratação de Instituto suspeito, para organizar o certame