DeAmazônia

MENU
Atualizado em 18/10/2019

TSE reabre investigação de whatsApp em massa na campanha de Bolsonaro

TSE determinou investigação sobre compartilhamento de fake News

TSE reabre investigação de whatsApp em massa na campanha de Bolsonaro (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

DEAMAZÔNIA BRASÍLIA - Com o turbilhão no PSL, agora o partido e o presidente Bolsonaro sofrem um novo revés. Nesta quinta-feira (17) o site Conjur (Consultor Jurídico) divulgou que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE)  determinou a reabertura da ação que investiga o uso de compartilhamento em massa de fake news por WhatsApp pela campanha  Bolsonaro nas eleições de 2018.

 

Em matéria assinada por Fernando Martines, consta que as coligações "O Povo Feliz de Novo" (PT/PCdoB/PROS) e "Brasil Soberano" (PDT/AVANTE) pediu a reabertura da investigação por conta do aplicativo de mensagens ter confirmado a Folha de S.Paulo, no início deste mês, que a eleição brasileira de 2018 teve uso de envios maciços de mensagens. 

 

O ministro Jorge Mussi, corregedor do TSE, relembra que a Ação de Investigação Judicial Eleitoral foi encerra em dezembro, mas deferiu o pedido para reabertura de investigação.

Clique aqui para ler a decisão

 

Sobe Catracas

GISELE GÓES, estudante da rede pública do Pará

Aluna de escola municipal de Igarapé-Açu, foi a maior pontuadora do Concurso Nacional de Redação da Defensoria Pública da União

Desce Catracas

ANDERSON SOUSA, prefeito de Rio Preto da Eva

MP/AM abriu inquérito para investigar suposta fraude de R$ 2 milhões em descontos nos salários dos servidores e não repassados a previdência municipal