DeAmazônia

MENU
Atualizado em 11/10/2019

Prefeitura de Parintins entrega mais de 800 próteses dentárias

Prefeito Bi Garcia ressaltou que objetivo é devolver autoestima e saúde para os beneficiados

Prefeitura de Parintins entrega mais de 800 próteses dentárias

DEAMAZÔNIA PARINTINS, AM - No Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), a Prefeitura de Parintins promoveu na tarde desta quinta-feira (10) a entrega de 834 unidades de próteses dentárias com o objetivo de promover a autoestima dos cadastrados nos programas de saúde bucal do município.

 

O prefeito Bi Garcia e o vice Tony Medeiros estiveram no evento e celebraram com todos os presentes, a marca de mais de duas mil próteses entregues pela prefeitura municipal.

 

“Quanto conquistamos o CEO para Parintins, o objetivo era esse: devolver o sorriso e o bem-estar para pessoas. Graças a Deus já beneficiamos mais de duas mil pessoas nesses três anos do nosso governo, mas estamos fazendo muito mais. Vamos entregar o odontomóvel para atender as comunidades suburbanas e a UBS fluvial para levar saúde ao nosso interior”, destacou o prefeito Bi Garcia.

 

Com 70 anos, o aposentado Jerônimo Cerdeira é um dos beneficiados com a ação. “Poxa, gente, eu estou muito feliz por isso. Muito feliz pelo carinho que a gente recebe aqui e pela oportunidade que o prefeito nos dá de voltar a sorrir. Nem sempre a gente tem um dinheiro pra comprar uma prótese dessas. Hoje é um dia de muita felicidade não só pra mim, mas pra todos que ganharam”, disse.

 

Além das próteses, o Centro que se tornou referência nacional atende pacientes com procedimentos de endodontia, periodontia, cirurgia oral e dentística sob a responsabilidade de profissionais especializados da odontologia.

Sobe Catracas

FÁBIO CAVALCANTI, jogador de dama

Amazonense foi destaque em Campeonato Nacional de Jogo de Dama e conquistou medalha de bronze na competição, em Maceió

Desce Catracas

WLADMIR COSTA, ex-deputado federal pelo Pará

Justiça Federal condenou ele e o irmão, Mário Sérgio Costa, superintendente do Incra, a perda dos direitos políticos, por usarem órgão para promoção pessoal